Linux Mint remove os codecs da mídia de instalação

OLinux Mint removeu os codecs da mídia de instalação, agora eles não virão mais pré-instalados.
O suporte da mídia do sistema out-of-box (pronto para usar logo após instalar) tinha sido um importante diferencial para esta distribuição baseada no Ubuntu, ajudando-o a ganhar recomendações como a escolha ideal para os recém chegados ao Linux.
Então, por que a mudança?

Mais trabalho, menos recompensa

O raciocínio por trás da decisão de remover os codecs da mídia é de difícil argumentação. Simplificando: é mais trabalho para a equipe do Mint enviar as imagens ISO com e sem os codecs (este último usado por OEMs, etc para evitar custos de licenciamento) para que os usuários escolham qual instalar. Os envios das imagens com codecs pré-instalados era “caro com apenas uma pequena melhoria na distribuição”.
Ao cortar com as compilações que possuem codecs de instalação, a equipe também reduziu o número de imagens que precisavam ser testados durante cada lançamento do ciclo: ela cai de 5 marcos em todas as 18 imagens ISO para gerenciáveis 4 marcos de 12 imagens ISO.
Não estamos dizendo que você não será capaz de reproduzir todos os conteúdos de áudio e vídeo no Linux Mint.
Daqui para frente, para as novas instalações e sessões de Live CD/USB, você precisará instalar os codecs multimídia que você julgar relevantes.
É tão fácil quanto no Linux Mint 18:
  • Marcar uma caixa durante a instalação, ou;
  • Clicando em um botão na tela de boas-vinda, ou;
  • Instalá-los através do Menu > Som e Vídeo > Instalar codecs de multimídia.
Linux Mint 18 é baseado no Ubuntu LTS 16.04. É a característica de um conjunto de apps GNOME bifurcadas chamado ‘Xapps’ e um novo tema. Seria bom vê-los fazer a sua primeira versão beta em algum momento no futuro muito próximo.
Essa alteração afeta você? Acha que este movimento irá deixar de recomendar o Linux Mint para iniciantes?

Fonte

você pode gostar também Mais do autor

Comentários