Como executar/rodar jogos antigos no GNU/Linux com o DOSBox! Veja como fazer!

Como executar/rodar jogos antigos no GNU/Linux com o DOSBox! Veja como fazer!

Com certeza você já sentiu vontade de matar saudade daquele jogo que fez a alegria de sua infância ou adolescência, não é verdade? Então veremos neste post como rodar um jogo antigo utilizando o DOSBox.

O DOSBox

É um emulador de DOS que utilizada a biblioteca SDL, tornando o DOSBox fácil de rodar em diferentes plataformas. Ele já foi portado para Windows, BeOS, Linux, MacOS X e outros.O DOSBox também emula configurações de CPU, bem como o modo protegido/real, gráficos (CGA, EGA, VGA e outros), placa de som. etc. O DOSBox é totalmente gratuíto e opensource.

Instalação do emulador

Para instalar no Ubuntu e derivados, digite o seguinte comando no terminal:
sudo apt-get install dosbox
O sistema solicitará algumas confirmações, basta continuar.

Para instalar no OpenSuse utilize o gerenciador de pacotes Yast.
Para instalar em distribuições baseadas no RedHat, utilize o comando:
sudo yum install dosbox
E aguarde o término do processo de instalação;

Configurando o jogo no DOSBOX

Em nosso post utilizei o jogo Carmen San Diego, que pode ser obtido no link abaixo:

Rodando jogos antigos no Linux

Após o termino do download e instalação, acesse o DOSBox, em seguida digite o comando abaixo:
mount s /home/usuario/CaminhoJogo/
Explicando:
mount: comando utilizado para montar o caminho onde se encontra o jogo;
s: Unidade virtual escolhida;
/home/usuario/CaminhoJogo/: Caminho que aponta para o diretório onde se encontra o jogo.
Após criar o atalho para o jogo, digite a letra da unidade virtual escolhida, que em nosso teste foi a letra s: (com os 2 pontos).
Em seguida digite o nome do executável, que é o aplicativo utilizado para “chamar” o jogo escolhido. Neste caso utilizamos o nome CARMEN.EXE.

Baixando mais jogos

O site MyAbandonware  possui uma infinidade de jogos disponíveis, faça o download.
Divirta-se com os jogos antigos e mate saudades dos bons tempos!
Até a próxima!

você pode gostar também Mais do autor

Comentários