Sony compensará usuários por remoção da funcionalidade “Other OS” do PS3

Após uma batalha de seis anos na justiça, a Sony finalmente concordou em pagar uma compensação aos compradores do PlayStation 3 pela remoção da funcionalidade “Other OS”, que permitia instalar o sistema operacional Linux no console.

A funcionalidade foi removida em 2010 durante uma atualização do firmware e pouco depois os consumidores moveram um processo contra a Sony. A companhia justificou a remoção da funcionalidade com preocupações de segurança, mas aqueles que usavam a funcionalidade sentiram-se lesados.
Recentemente, o grupo de advogados que representa os 10 milhões de consumidores que compraram o modelo original da PS3 nos Estados Unidos, chegou a um acordo com a Sony. Segundo o documento obtido pela ArsTechnica, os compradores poderão receber US$55 caso tenham usado o Linux no console. Os compradores terão direito, também, a mais US$9 se argumentarem que compraram o PS3 por causa da funcionalidade “Other OS”.
Sony compensará usuários por remoção da opção Other OS do PS3
Mas, os maiores vitoriosos do processo são os advogados que conduziram o processo, eles vão receber até US$2.25 milhões em tributos. O valor é válido para aqueles que compraram o PS3 original nos Estados Unidos entre os dias 1 de Novembro de 2006 e 1 de Abril de 2010.
Os compradores interessados em receber a “indenização”, terão que dar provas da compra do console, indicando o número de série da unidade e a PSN ID, e apresentar algum tipo de prova de que usaram a funcionalidade “Other OS”. Para adquirir os US$9 adicionais o consumidor terá que declarar que sabia da funcionalidade e que pretendia usá-la. Outra forma de conseguir o valor de US$9 seria alegando que o seu console perdeu valor no mercado com a remoção da funcionalidade em questão.
Vale lembrar que o acordo ainda não foi aprovado pelo tribunal da Califórnia, que é onde o processo está ocorrendo, mas visto que ambas as partes chegaram a um acordo, não há razões aparentes para rejeitá-la.

Fonte

[ads-post]

você pode gostar também Mais do autor

Comentários