Usando o Pacman no Arch Linux e Derivados – parte 3

 

Os usuários que migraram de distribuições para iniciantes, como Ubuntu e Fedora, podem ter dificuldades de achar determinados pacotes (programas) no Arch Linux.

Por exemplo, se você fizer o comando:

# pacman -S telegram
erro: alvo não encontrado: telegram
O pacman não consegue encontrar o programa nos repositórios. Como vimos no post anterior, existe um programa que pode ajudar o pacman a encontrar tal programa: yaourt.
Numa tradução do francês, yaourt significa iogurte ou um acrônimo de Yet AOther User Repository Tool, numa tradução livre “Outra Ferramenta de Repositório de Usuário” é uma interface para o pacman que adiciona acesso automatizado ao AUR, usando a mesma sintaxe que o pacman.

INSTALAÇÃO

Para instalação do yaourt é necessário adicionar o repositório “archlinuxfr” no arquivo pacman.conf:

# leafpad /etc/pacman.conf

Obs: Da mesma forma que foi o leafpad, poderia ser outro editor como pluma, kwrite ou gedit
Copie estas linhas de código e cole no arquivo:

[archlinuxfr]
SigLevel = Never
Server = http://repo.archlinux.fr/$arch

Salve e feche o arquivo e depois execute o comando de instalação:

# pacman -Syu yaourt base base-devel

Outra vantagem do yaourt é a similaridade com o pacman. Então os comandos se assemelham. Então para atualizar sistema:

$ yaourt -Syu

Para atualizar listas de programas:

$ yaourt -Sy

Para procurar programas:

$ yaourt -Ss nome_do_programa

Para instalar pacote:

$ yaourt -S nome_do_programa

Para remover pacote:

$ yaourt -R nome_do_programa

Para remover pacote com dependências não utilizadas:

$ yaourt -Rn nome_do_programa

Para remover pacote com dependências não utilizadas e configurações:

$ yaourt -Rns nome_do_programa

Observe que os comandos são feitos com o usuário comum, uma vez que não é recomendando usar o yaourt como superusuário (root), por estarmos baixando programas de um repositório comunitário e não oficial.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários