Ele está à venda! USB Kill pode destruir qualquer computador dentro de segundos!

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Um conceito de protótipo USB foi projetado por um pesquisador russo no ano passado, capaz de destruir de maneira eficaz os componentes sensíveis de um computador quando ligado. Atualmente, alguém realmente criou o USB KILL, que destrói qualquer coisa a qual esteja conectado como laptops, PCs ou até mesmo televisores.
Um fabricante de tecnologia em Hong Kong está vendendo um pen drive chamado USB KILL 2.0, que pode fritar qualquer computador com a introdução de um pico de energia não autorizado através da porta USB que está conectado. Ele custa por volta de US$ 49,95.

Como o USB Kill 2.0 trabalha?

A empresa explica que quando ligado, o USB Kill 2.0 carrega rapidamente seus capacitores através da fonte de alimentação USB, e depois descarrega tudo em questão de segundos.
O drive USB descarrega 200 VDC (Voltage Direct Current ou Tensão Corrente Continua) sobre as linhas de dados da máquina host e este ciclo de carga e descarga é repetido várias vezes em apenas um segundo, até que o driver USB Kill seja removido.
  “Quando testado em computadores, o dispositivo não foi previsto ou projetado para apagar dados”, diz a empresa. “No entanto, dependendo da configuração do hardware SSD (unidade de estado sólido) vs. HDD (unidade de disco rígido), os controladores de disco podem ser danificados ao ponto de que a recuperação de dados é impraticável.”
    “Qualquer porta USB voltada para o público deve ser considerada um vetor de ataque”, diz a empresa em um comunicado. “Em segurança de dados, essas portas são frequentemente bloqueadas para evitar filtração de dados ou de infiltração de malware, mas muitas vezes sem proteção contra o ataques elétricos.”


Quando e para quem USB KILL seria útil?

USB Kill pode ser uma benção para os denunciantes, jornalistas, ativistas e sem esquecer, os criminosos, que querem manter seus dados confidenciais longe de Oficiais da lei, bem como os ladrões cibernéticos.
É como se você for pego e se matar. Da mesma forma que os terroristas fazem. O que quero dizer é para matar os dados do seu laptop se for pego por um oficial da lei. E o USB Kill faz isso para você.
No entanto, a empresa afirma ter desenvolvido USB Kill 2.0 com o único propósito, permitir que as empresas testem seus dispositivos contra ataques de descarga via USB e para impedir o roubo de dados através de ataques “Juice Jacking”.
“Juice jacking” é um tipo de ataque cibernético em que o malware instalado em um computador pode copiar dados de um smartphone, tablet ou outros computadores usando uma porta USB que funciona como uma conexão de dados, tipicamente ao longo de carregamento USB.

USB Kill em ação

A empresa responsável pela criação divulgou um vídeo, onde você pode ver o USB Kill em ação.
A empresa alega que cerca de 95% de todos os dispositivos disponíveis no mercado hoje, são vulneráveis ​​a ataques de ondas de energia introduzidas através da porta USB.
No entanto, os únicos dispositivos não vulneráveis ​​a ataques de USB Kill são modelos recentes de MacBook da Apple, que opticamente isolam as linhas de dados em portas USB.
USB Kill 2.0 foi “projetado e testado para ser seguro”, a empresa avisa que o driver USB “é um dispositivo de alta tensão”, e serve apenas para “adultos ou responsáveis”. Além disso, o site da empresa “condena veementemente o uso malicioso de seus produto”.
USB Kill 2.0 também vem com o “USB Protection Shield”, conhecido como Teste Shield, vendido por US $ 15,70, que é projetado para permitir o teste do USB Kill sem destruir a máquina host.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comentários