As diferenças entre as tecnologias de impressão 3D FDM e SLA

FDM é a abreviatura de Fused Deposition Modeling. As impressoras 3D que utilizam a tecnologia FDM, são alimentadas pelos materiais termoplásticos. O material é depositado em camadas para criar um objeto 3D impresso. Durante a impressão, o filamento de plástico é alimentado através de uma extrusora quente onde o material termoplástico fica suficientemente másio para que possa ser colocado com precisão pela cabeça de impressão. O filamento fundido é então depositado camada por camada na área de impressão para construir a peça de trabalho.
Há uma ampla gama de impressoras 3D FDM para todos os tipos orçamento e os filamentos são relativamente baratos. Esses são os principais fatores que tornaram as impressoras FDM tão populares entre fabricantes e usuários domésticos.
SLA é a abreviatura de StereoLithoGraphy. Assim como o FDM, o SLA é um método aditivo, ou seja, os modelos são construídos camada por camada. No entanto, o SLA usa um fotopolímero curável – normalmente é um tipo de resina líquida – que é endurecido pela aplicação de luz focalizada ou luz UV (este processo é chamado de Cura).

FDM v SLA: Materiais e cores

Impressoras FDM normalmente usam filamentos PLA ou ABS, algumas podem até mesmo manipular Nylon e uma variedade de misturas PLA (misturado com madeira, cerâmica, metais, fibra de carbono, etc). Os filamentos estão disponíveis em várias cores.
A maioria das impressoras FDM podem usar rolos de filamento padrão que estão disponíveis em dois tamanhos padronizados (diâmetro: 1.75 ou 2.85mm) de várias fontes. Algumas impressoras (por exemplo, Zortrax M200 ou Tiko) usam filamentos ou caixas de filamentos – estes são tipicamente mais caros do que os rolos padrão, mas oferecem melhor qualidade.
Já as impressoras SLA têm apenas uma escolha, pois as resinas são proprietárias e não podem ser trocadas entre impressoras de fabricantes diferentes. A escolha das cores é definitivamente limitada: Formlabs, por exemplo, oferece apenas resinas pretas, brancas, cinzas e transparentes. Os clientes dependem do que é fornecido pelo fabricante.

FDM v SLA: precisão e suavidade

Nas impressoras FDM, a resolução é um fator que depende do tamanho do bocal e da precisão dos movimentos da extrusora (eixo X/Y). A precisão e suavidade dos modelos impressos também é influenciada por outros fatores: Como a força de ligação entre as camadas é menor do que nas impressoras SLA e como o peso das camadas superiores pode espremer as camadas abaixo, podem ocorrer vários problemas de impressão (por exemplo, deformação, desalinhamento de camadas, deslocamento de camadas, encolhimento das partes inferiores).
Impressoras SLA consistentemente produzem objetos de maior resolução e são mais precisos do que as impressoras FDM. A razão: a resolução é determinada principalmente pelo tamanho do ponto óptico, do laser ou do projetor. Além disso, durante a impressão, menos força é aplicada ao modelo. Desta forma, o acabamento da superfície é muito mais suave. As impressões SLA mostram detalhes que uma impressora FDM nunca poderia produzir.
Diferenças da impressão

FDM v SLA: custos de impressão 3D

As impressoras FDM só usam rolos de filamento. Como já mencionado, a maioria das impressoras FDM usam os mesmos rolos de filamento padronizados e os preços dos filamentos têm diminuído nos últimos anos.
Em impressoras SLA, não é só a resina que é consumida: em impressoras SLA, como a série Form, o tanque de resina tem de ser substituído depois de 2-3 litros de resina impressa. A razão é que o tanque fica manchado ao longo do tempo e por conta disso a fonte de luz não é capaz de projetar com precisão a imagem na resina. Um tanque de resina custa em torno de US$59. Outro componente que precisa ser substituído de vez em quando é a plataforma de construção, à medida que ela fica prejudicada quando o usuário remove o modelo impresso; uma plataforma custa em torno de US$99.

FDM v SLA: qual usar?

Em poucas palavras: Se a alta precisão e o acabamento liso são a sua principal prioridade e se o custo não for de importância menor para um trabalho de impressão, use uma impressora SLA. Se o custo desempenhar um papel fundamental, use uma impressora FDM.

Quando usar o FDM

  • Prototipagem rápida
  • Modelos de baixo custo
  • Para experimentar
  • Quando a precisão e o acabamento superficial não são cruciais

Quando usar o SLA

  • Quando intrincados detalhes e/ou um acabamento de superfície muito suave é crucial
  • Quando a resistência e a durabilidade do modelo não são cruciais (modelos feitos de resina podem sofrer quando expostos ao sol por longos períodos)
  • Para a criação de moldes para fundição para facilitar a produção em massa (por exemplo, por fabricantes de joias ou brinquedos).

Comentários