Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

3 caminhos alternativos sob código aberto para os arquivos pdf

Eu não posso ser a única pessoa que imaginou o escritório do futuro, livre dos papeis A4. Infelizmente ainda não chegamos a esse ponto. Em vez disso, nós conseguimos repousar em um estado intermediário de indepedência, mas menos papel.
Entre um scanner, e-mail e várias outras ferramentas de comunicação, e ficando muito bom em organizar meus arquivos digitais, não estou totalmente insatisfeito onde estamos hoje. E eu ocasionalmente faço a leitura de um livro de papel, o envio de uma carta, ou imprimir algo importante para dar a alguém.
Durante anos, o único nome para trabalhar com documentos PDF foi o Adobe Acrobat, seja sob a forma de edição de leitura livre ou uma das suas edições pagas para a criação e edição de PDFs. Mas hoje, há inúmeras aplicações PDF de código aberto que estão dominando o mercado. E para os usuários de Linux, uma aplicação proprietária que só roda em Windows ou Mac não é uma opção interessante.
Como os arquivos PDF são usados ​​em muitas situações diferentes. e para tantos tipos diferentes de efeitos, você pode precisar encontrar uma alternativa de código aberto para o Adobe Acrobat que atenda às suas necessidades exatas. Aqui estão algumas ferramentas que eu gosto:

Leitura de PDFs

Para ler PDFs, nos dias de hoje não é necessário usar uma aplicação externa. Os navegadores Firefox e Chromium, a versão código aberto do navegador Chrome, do Google, já vêm com leitores de PDF embutidos, de modo que um plugin externo não é mais necessário para a maioria dos usuários.
Para arquivos baixados, os usuários de distribuições Linux baseados no GNOME, possuem o Evince, um poderoso leitor de PDF que lida com a maioria dos documentos de forma rápida e fácil, enquanto o KDE utiliza o Okular que tem um propósito similar. Evince esta disponível para o Windows, embora os usuários do Windows também possam querer verificar o SumatraPDF, que é licenciado sob a GPLv3, como uma alternativa.

Criação de PDFs

Pessoalmente, a funcionalidade de exportação, do LibreOffice, acaba por ser a fonte de 95% dos PDFs que crio. Os programas Scribus, Inkscape e GIMP todos realizam a exportação de PDF nativo, então não importa o tipo de documento que você precisa fazer: Um layout complexo, texto formatado, imagem vetorial ou matricial, ou alguma combinação, não há um aplicativo de código aberto que atenda às suas necessidades.
Pois, bem, praticamente todos os outros aplicativos, o sistema de impressão, CUPS, faz um bom trabalho de saída de documentos PDFs.

 

Edição de PDFs

Ah, este é o lugar onde as coisas começam a ficar complicadas. O mundo mudou um pouco e verifica-se que as versões recentes do LibreOffice Draw realizam um trabalho fantástico de edição de arquivos PDF, e não apenas adicionar e excluir páginas como se poderia esperar, mas para edição de textos e imagens (desde que o seu PDF não seja de um scan). Não é perfeito, e eu tive pequenos problemas em alguns documentos mais complexos, mas ainda estou impressionado com o bom trabalho que ele faz em muitos dos documentos que tive de trabalhar.
O Inkscape , também, faz um bom trabalho com a abertura de documentos criados em outros locais, e pode ser uma boa escolha se o documento for pesado em gráficos. Existem ferramentas independentes, bem como, como o PDFedit sob licença GPLv2.

Fonte Fonte
Comentários