GNU/Linux: Sarg – Como configurar o gerador de relatórios do Squid – Parte 1

GNU/Linux: Sarg – Como configurar o gerador de relatórios do Squid – Parte 1

O Sarg (Squid Analysis Report Generator) é um gerador de relatório do Squid, ótimo para ler logs e apresenta-las ao administrador para que ele nao precise se complicar ao ler as logs originais, que é bem complexa.

Vamos Instalar e configurar o Sarg de acordo com este post anterior Configuração básica Squid.
Foi utilizado o Debian 8. Caso você esteja utilizando um sistema baseado no Debian ou em uma versão que não tenha o sarg no repositório padrao do Debian então você terá que usar o repositório backport de acordo com a sua versão.
[code type=”Cole no terminal ROOT e pressione ENTER”]apt-get update[/code][code type=”Cole no terminal ROOT e pressione ENTER”]apt-get install sarg[/code]

Por padrão o arquivo conf do sarg fica em /etc/sarg/sarg.conf nele que serão feitas as alterações devidas. Sendo que você pode altera-lo da forma que quiser:
[code type=”Conteúdo do arquivo de configuração”]### Configuração Sarg ###
Onde estará os logs
access_log /var/log/squid/access.log
Altere para date_format e para facilitar a compreensão quando for gerado os relatórios.
# TAG: date_format
# Date format in reports: e (European=dd/mm/yy), u (American=mm/dd/yy), w (Weekly=yy.ww)
#
date_format e
O output_dir fica a critério de quem está configurando, por padrao coloquei em /var/www/sarg pois quero que neste local fique registrado os logs para o relatório do access_log.
# TAG: output_dir
# The reports will be saved in that directory
# sarg -o dir
#
output_dir /var/www/sarg
#output_dir /var/www/html/squid-reports[/code]
[ads-post]

Comentários