Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Co-fundador da Epic Games diz que a Microsoft quer acabar com o Steam!

Como já era de se esperar a Microsoft mais uma vez surpreende à todos os usuários do Steam, e o co-fundador da Epic Games alega que fazem parte dos milhares de planos nojentos da empresa, o de acabar com o Steam Valve.
A semana foi bem agitada e a bomba foi detonada pelo site TheVerge. Pois vamos aos fatos, o co-fundador o Tim Sweeney disse que a empresa copiou a forma Apple de distribuição de software, só que ao contrário das cópias que a M$ faz rapidamente do sistema Apple, desta vez a Microsoft está “xerocopiando” aos poucos, bem devagar. 
Ele diz que a prova dessa nova modalidade de cópia é a criação do Windows Platform Universal, afim de criar apps universais e jogos que são executados de PCs para tablets, smartphones, Xbox One e até o HoloLens. Inclusive já é possível ver o lançamento de uma série de jogos lançados pela Windows Studios que estão disponíveis somente na Windows Store. 
Entre linhas, ele disse que a Microsoft será capaz de utilizar o Windows 10 e suas atualizações, de forma que as outras plataformas em especial o Steam fiquem quase que inutilizável, fazendo com que os Jogos da Microsoft Store sejam os melhores, ele ainda relata que acredita que tudo isso seja feito em no máximo 5 anos. 
Será que pode ser o fim? Bom, observando uma visão empresarial, sabemos que ainda muitos jogos não foram portados para o GNU/Linux em suas mais variadas distribuições, por outro lado, entendemos que em 5 anos a Valve pode migrar boa parte de seus principais lançamentos, isso se ela estiver de olho nas artimanhas da Microsoft. 
Certamente, o futuro ainda é incerto, mas podemos observar que muitos gamers fãs do Steam podem migrar para o GNU/Linux, e aí nós teremos uma mudança na jogada negra da M$. Hoje temos os computadores com Windows rodando vários dos maiores e populares games já conhecidos, mas do jeito que a Microsoft esta focada em dar o tiro no seu pé, é pouco provável que o Windows se mantenha como paraíso dos games. 
Particularmente acredito que seja um tiro no pé, ou melhor, mais um tiro no pé da Microsoft, agora só nos resta esperar e ficar de olho nos passos da empresa manipuladora que todos nós já conhecemos.
[ads-post]
Comentários