Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Como verificar a integridade da ISO do Debian!

Como verificar a integridade da ISO do Debian

Neste artigo, vamos aprender como verificar autenticidade da ISO do Debian. É uma coisa bem rápida de se fazer e importante, porque fazendo essa verificação podemos ter certeza que aquela ISO não foi corrompida. Se o pessoal que baixou o ISO do Linux Mint tivesse verificado a assinatura da ISO deles não teria ocorrido aquele escândalo no começo do ano.

google_ad_client = “ca-pub-5822666425104102”;
google_ad_slot = “7651670077”;
google_ad_width = 728;
google_ad_height = 90;

Enfim, vamos para o que interessa.

Depois de ter baixado a ISO do Debian temos que baixar os arquivos SHA512SUMS e SHA512SUMS.sign e colocar no mesmo diretório da ISO do Debian. Primeiramente, vamos verificar a hash da ISO que baixamos como esse comando:

sha512sum -c SHA512SUMS | grep debian-testing-amd64-netinst.iso

Vai aparecer uma mensagem com o nome “SUCESSO”, isso nos diz que o Download não foi corrompido, mas a gente não sabe se veio do Debian. Para isso temos que verificar a assinatura dos arquivos que contém as hashs. Primeiro, temos que obter a chave pública da pessoa que assinou o arquivo usando o seguinte comando:

gpg —verify SHA512SUMS.sign
Você receberá uma mensagem informando que a chave pública com ID 09EA8AC3 não está actualmente disponível em seu sistema, então precisamos baixar essa chave diretamentamente do keyring server do Debian, para isso vamos usar esse comando:

gpg —keyserver keyring.debian.org —recv 6294BE9B

Lembrando que no lugar desse “6294BE9B” você vai colocar o ID que apareceu pra você com o comando anterior. Feito isso, agora é só fazer a verificação da assinatura com esse comando:

gpg —verify SHA512SUMS.sign SHA512SUMS

Se tudo ocorrer bem você irar receber essa mensagem “ Good signature from “Debian CD signing key “. Também é bom você verificar se o chave do fingerprint que foi gerado pelo último comando é o mesmo que tem no site do Debian, para ter certeza que ninguém modificou. Agora é só instalar o seu Debian. Com ajuda do Samuel Henrique da comunidade Debian.
Comentários