Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Linus Torvalds é alvo de honeytraps, afirma Eric S. Raymond! Confira!

Linus Torvalds é alvo de honeytraps, afirma Eric S. Raymond! Confira!

As tentativas para enquadrar os líderes do mundo do open source com falsas acusações de agressão sexual continuam. Eric S. Raymond foi colocou no ar uma teoria que ativistas feministas estão tentando encontrar uma maneira de colocar as falsas alegações de agressão sexual contra líderes masculinos da comunidade open source.

Raymond é mais conhecido por seu livro famoso,”A Catedral e o Bazar”, que permanece ativo no mundo do código aberto, que ele tem defendido desde o final da década de 1990.
Em um post no seu blog, Raymond, deixou cair essa bomba na internet:
Em resumo: Se você é qualquer tipo de líder de fonte aberta ou figura sênior, e é do sexo masculino, não fique sozinho nunca com qualquer mulher, em especia em uma conferência técnica. Tente evitar até mesmo estar sozinho, porque há uma chance de que alguém do grupo de defesa ‘mulheres na tecnologia ” possa tentar arrancar o seu couro cabeludo. As provas de Raymond para essa afirmação vem de uma “fonte confiável” sem nome com quem compartilhou um bate-papo IRC.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A fonte acusa alguns membros da The Ada Initiative, uma organização que “as mulheres em tecnologia aberta e cultura com suporte através de atividades como a produção de códigos de conduta e anti-assédio políticas”, de “tentar pré-gerar indignação e recolher escalpos.”
“MO  armou para ficar a sós com o alvo, e, em seguida, imediatamente após a ‘ tentativa de agressão sexual’,”  a fonte de Raymond disse que Linus Torvalds nunca está sozinho em eventos de código aberto porque ele está ciente do potencial de tais incidentes. A tentativa de ataque ao Linus foi por água abaixo.
O motivo para estes ataques, fica implícito, que é expor sexistas que ocupam posições de influência nas comunidades de código aberto e precipitar a sua substituição. O anonimato da fonte de Raymond significa que é impossível avaliar a credibilidade das suas alegações. Mas por outro lado, fica díficil acreditar que ele esteja pondo em circulação uma teoria da conspiração.
Entre seus muitos posts, Raymond também criticou o feminismo contemporâneo. Evidências de atos sexistas e agressões sexuais na comunidade de tecnologia, como os relatos na Geek Feminismo Wiki, não são difíceis de encontrar.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Também não são incidentes em que as mulheres se queixaram de que a cultura do setor de tecnologia é um pouco machista. Em 2013, Sarah Sharp, que, em seguida, juntou seus esforços com o USB habilitando a compatibilidade no kernel do Linux, Torvalds pediu para parar de abusar verbalmente dos colegas desenvolvedores do kernel e incentivar a conversa mais civil, com os desenvolvedores de qualquer sexo. Essa reclamação foi bastante aplaudida e da comunidade desenvolvimento do kernel respondeu, em parte, através da criação de um “Código de Conflito”, que descreve o comportamento aceitável.
Defesa Torvalds sempre foi de que sua ira é dirigida pelo código ruim, não seus autores. Os grupos de mulheres dizem que uma cultura que permite tal abuso não é de boas-vindas a qualquer um, e que é especialmente hostil com as mulheres.
Comentários