Linus Torvalds: Linux Kernel ficaria bem se eu morresse em dois meses!

Linus Torvalds: Linux Kernel ficaria bem se eu morresse em dois meses!

Linus Torvalds construiu o kernel do Linux, e ele ainda é o principal desenvolvedor que determina a direção do projeto. Portanto, a pergunta natural que parece surgir o tempo todo é o que o futuro do kernel do Linux será se algo acontecer a ele. Linus parece saber a resposta para isso também.

Se você é um usuário Linux, você provavelmente sabe que Linus Torvalds, o criador do kernel ainda está por aí, e ele ainda está dando as ordens. O projeto inteiro é manuseado pela Fundação Linux, Linus, mas ainda é o chefe superior. Ele é o mantenedor, ou melhor ainda, o início do kernel Linux, e ele cuida da comunidade de desenvolvedores com mãos de ferro.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Ele também é conhecido por usar uma linguagem forte carregada de muita honestidade, que já o deixou em situações difíceis algumas vezes, mas não importa o que aconteça, o kernel Linux vai para a frente. Por outro lado, o kernel não é mais o trabalho de um homem.
Milhares de desenvolvedores de todo o mundo contribuem para o seu desenvolvimento e existe uma proposta de evolução que acontece anualmente, este é o maior projeto de colaboração no planeta. Portanto, é seguro dizer neste momento que se perdermos o criador do Linux, o projeto não vai parar.

Linus Torvalds já sabe a resposta.

Uma das questões que aparecem o tempo todo é o que aconteceria com o kernel do Linux, se o Linus Torvalds morre-se debaixo de um ônibus (palavras dele e não nossa). Mas isso não é um problema, de acordo com o desenvolvedor.
Linus já tem algumas pessoas de confiança que exercem quase o mesmo poder que ele e quem pode substituí-lo a qualquer momento. O kernel Linux é uma meritocracia, em sua maior parte, por isso as pessoas que estão no topo do grupo de desenvolvedores, são muito competentes em seu trabalho.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Linus teve recentemente uma entrevista com a Bloomberg na qual ele deu uma resposta mais detalhada do que normalmente costuma responder.


“Não existe um plano de ação concreto, se eu morrer, teria sido um mal negócio a 10 ou 15 anos atrás. As pessoas entraram em pânico. Agora eu acho que eles superam tudo dois meses. O conhecimento técnico requerido nos dias de hoje é menor, é mais sobre o que está sendo confiável e disponível. O Greg (Greg Kroah-Hartman) é o Linus N 2; ele poderia continuar o projeto, e também há outras duas pessoas “, disse Torvalds.

Você pode conferir a entrevista completa na Bloomberg. Talvez a resposta não é o que as pessoas estavam esperando, mas pelo menos agora podemos colocar esta questão cansativa para descansar. Isso deve estar ficando assustador para ele, bem como, sempre ser perguntado o que acontece se ele morrer.

Comentários