Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Como instalar programas em qualquer distribuição

Hoje vou ensinar a instalar programas de diversas maneiras no Linux, com os fontes do programa ou os chamados sources ou fontes e ainda código fonte, que é um arquivo tar.gz ou tar.bz etc, através do gerenciador de pacotes da sua distribuição e através de pacotes pré compilados.

Porque instalar através dos código fonte do programa se o apt-get (gerenciador de pacotes padrão de distribuições like Debian)?
Simples! Para se usar os gerenciadores de pacotes das distribuições, seja lá qual for, você vai usar um repositório, que é um servidor oficial ou não, que contém a maioria dos pacotes que você precisar ou quiser instalar.
Mais nem sempre o pacote que você esta querendo vai estar nos repositórios oficiais da sua distribuição, aí você vai ter que optar por duas formas de fazer isso. Através de repositórios de terceiros (não oficiais e não tão confiáveis) ou pelos arquivos fontes do pacotes que são justamente os que são lançados pelos desenvolvedores destes e também usados pela distribuições para fazerem o empacotamento de acordo com o formato aceito pelo seu gerenciado, comumente são o .deb ou .rpm. Mas como como faço isso?
Par acessar a pasta, você vai precisar digitar o caminho completo, geralmente quando o download é feito via navegador o arquivo baixado vai direto para a pasta do download, então o caminho é igual ao demonstrado, apenas troque o meu nome de usuário pelo o seu, esse comando deve ser usado no Terminal e não precisa de sudo e nem ROOT.

 


$ cd /home/emanuel/Downloads

 

Instalação através do código fonte


Agora que esta na pasta de download, se você souber o nome do arquivo, já pode fazer a extração com:

$ tar -xfz programa.tar.gz

 

Ele vai criar uma pasta com o nome do programa. Acesse a mesma e execute o arquivo configure dessa forma:

$ cd /home/emanuel/Downloads/programa
Agora que estamos dentro da pasta, execute o comando abaixo, no comando abaixo você pode executar com o sudo ou ROOT:
$ ./configure
Este passo vai carregar as configurações do programa a ser instalado. Agora vamos pré compilar o mesmo dessa forma:
$ make
O make vai pré compilar e verificar se as dependências do programa estão satisfeitas, geralmente é nesse momento que alguma coisa pode dar errada. Passando essa parte agora é só instalar o programa assim:
$ make install
Pronto se todas as dependências estiverem satisfeitas o seu novo programa vai estar instalado em instantes. Nesse ponto ainda pode ocorrer algum erro, mais o mesmo vai estar informando qual é a dependência que esta faltando, ai é só ir em busca dela, instalar e fazer o processo novamente.

Usando os gerenciadores de pacotes e repositórios.

Os gerenciadores são realmente uma das maneiras mais fáceis de se instalar alguma coisa na sua distribuição Linux, dificilmente você terá alguma dificuldade em fazer isso, pois o gerenciador vai fazer a busca do programa e satisfará as dependências automaticamente e instalará seu programa praticamente com um único comando. Exemplificando para cada distribuição:

Para Ubuntu:

$ sudo apt install NomeDoPrograma

Este comando vai instalar o programa e suas dependências em distribuições como Debian e seus derivados, Ubuntu, Linux Mint.

Para o Fedora:

$ sudo dnf install NomeDoPrograma

Este comando vai instalar o programa e suas dependências em distribuições como o Fedora, CentOS e Red Hat.

 

Para openSUSE

# zypper in NomeDoPrograma

Este comando vai instalar o programa e suas dependências em distribuições como o Suse, openSUSE e derivados.

 

Para Arch Linux

$ sudo pacman -S programa

Este comando vai instalar o programa em distribuições como o Arch Linux, Antergos, Manjaro e seus derivados.

 

Instalação “Modo Windows”

Além dessas formas, podemos também baixar um arquivo pré compilado que funcionam através de um simples duplo clique chamando o gerenciador de pacotes da sua distro e fazendo todo o resto. Exemplos São os mais comuns.:
  • programa .deb (Para Debian e seus derivados)
  • programa .rpm (Fedora, openSUSE, Mageia)
 O openSUSE ainda tem uma outra forma de instalação que é muito prática que é o chamado install on One Click que é um link que chamará o Yast que fará todo o resto por você.
Cuidado ao adicionar repositórios, uma vez que nem todo o repositório não-oficial é confiável, e às vezes, você pode adicionar um caminho que vai prejudicar todo o seu Sistema Operacional. O certo é sempre buscar repositórios oficiais e na falta dos mesmo quebrar a cabeça para instalar o fonte do programa que você quer.
Bom pessoal é isso em caso de duvidas deixem nos comentários que eu ficarei feliz em ajudar!
Comentários