Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

KDE Kirigami 2.1 Com Novidades e Melhorias

Lançada a nova versão do Framework da equipe do KDE o Kirigami 2.1

Enquanto que a convergência pode estar morta no Ubuntu (Canonical), os desenvolvedores do KDE continuam trabalhando no Plasma Mobile e sua visão de convergência impulsionada em parte pela estrutura de interface do usuário Kirigami.

O Kirigami 2.1 é a versão mais recente e incorpora o feedback dos desenvolvedores do KDE, bem como da comunidade do Subsurface Mobile, que também está usando esse Framework UI. O Kirigami 2.1 também adicionou novos elementos na interface do usuário, dos quais podemos destacar também um número de bugs que foram corrigidos, o espaçamento e as margens para os apps do Kirigami melhoraram, a barra do modo de mesa foi reescrita, o gerenciamento dos ícones melhorou e foram feitas melhorias no suporte ao scroll do mouse.

O que é o Kirigami

Kirigami UI é um Framework KDE que permite facilmente criar aplicativos convergentes que trabalham em ambientes desktop e móveis. As plataformas suportadas pelo Kirigami UI incluem Windows, Android e Linux. O Kirigami é indicado especialmente para o Plasma Desktop da KDE e a plataforma Plasma Mobile, que nada mais é que o ambiente gráfico do KDE para dispositivos móveis. Aplicativos desenvolvidos com Kirigami provavelmente também trabalharão em MacOS X e iOS com ajustes mínimos, embora essas plataformas ainda não sejam oficialmente suportadas.

De fato, o lançamento de hoje se beneficiou do feedback da comunidade Subsurface Mobile e os usuários mais proeminentes (destacados dentro da comunidade) do Kirigami fora do KDE no momento. Destacamos também o aplicativo Subsurface, originalmente criado pelo criador do Linux, Linus Torvalds, que foi portado com sucesso para iOS e MacOS X. Disse a equipe do Kirigami.

Componentes novos que foram lançados

  • O novo Discover, um utilitário gráfico do KDE para pesquisar e instalar aplicativos, exibe um ListView personalizado com uma imagem de plano de fundo.
  • ItemViewHeader é o título padronizado para ListViews e pode ser personalizado com uma imagem de fundo que rolará com um efeito de paralaxe agradável quando o cabeçalho ajusta. Você pode configurá-lo para seguir vários comportamentos diferentes.
  • ApplicationItem é um elemento raiz para o aplicativo QML. Você pode usá-lo em aplicativos que são híbridos com QWidgets e QML. A visualização principal para essas aplicações será o QQuickView ou QQuickWidget, visualizadores do KDE.
  • PageRow agora é um elemento público e você pode usá-lo diretamente em qualquer aplicativo e em qualquer contexto.

Os desenvolvedores também se engajaram em uma campanha abrangente chamada bug stomping, corrigindo bugs, entre outras coisas:

    • O bug que afetou o comportamento da exibição de coluna com rolagem central.
    • Espaçamento e margens, melhorado o dimensionamento para botões de ação de fundo e alças de gaveta.

Outras correções específicas para aplicativos em execução em um sistema de desktop incluem:

      • A barra de modo de trabalho foi reescrita, melhorando o comportamento das páginas quando carregado em um aplicativo da área de trabalho.
      • Melhorias na gestão de ícones provenientes do tema do sistema quando o aplicativo é executado em um sistema de desktop.
      • Melhor suporte da roda do mouse (scroll) nas visualizações do item principal.
      • Correções de bugs no comportamento da vista de coluna com rolagem central.

Mais detalhes para encontrar com a versão Kirigami 2.1 do KDE podem ser encontrados via dot.kde.org.

Fonte Fonte Fonte
Comentários