Distribuições Linux no topo do Distrowatch por pelo menos 14 anos!

Neste artigo listamos as distribuições Linux que atingiram o top 10 da lista mantida pelo Distrowatch.

Distrowatch iniciou o seu sistema de classificação em 2002. Embora seja apenas um guia para o sucesso de uma distribuição, ele fornece uma visão histórica interessante de como a esfera Linux mudou nos últimos 14 anos.

Cada distribuição Linux tem um contador de páginas que conta os hits que recebe todos os dias e estes são contados e usados como hits por dia para os rankings do Distrowatch. Para evitar o abuso, apenas uma contagem de página é registrada em cada endereço IP por dia. Agora, os méritos dos números e a precisão deles podem estar em debate, mas espero que a lista a seguir seja uma visão interessante da história do Linux.

Esta lista analisa os rankings desde 2002 e destaca as distribuições que atingiram os dez melhores em qualquer ano. Existem alguns fatos interessantes para acompanhar esta lista. Por exemplo, há apenas 1 distribuição que esteve no top 10 durante todos os 14 anos, embora possa contar Red Hat e Fedora como uma distribuição, então você poderia dizer 2.

Outro fato interessante é que apenas 3 distribuições Linux já ocuparam o primeiro lugar no final de um determinado ano. Hoje, 28 distribuições apareceram no top 10 nos últimos 14 anos, provando que, embora possa ser fácil alcançar o sucesso, é ainda mais fácil cair no esquecimento.

Esta lista está em ordem alfabética porque seria difícil fazê-la em rankings, pois eles sofreram muitas alterações nesses 14 anos.

01. Arch Linux

arch

 

 

 

 

 

 

Arch Linux é uma distribuição rolling-release que sempre esteve rondando o top 10 em todos os 14 anos do ranking Distrowatch.

Uma distribuição rolling-release para o usuário avançado, o Arch cresceu em presença e possui um dos maiores repositórios de software. Como destaque, podemos incluir o AUR e a documentação incrível.

Amado por uma grande comunidade, esta distribuição fornece tudo que o usuário Linux experiente poderia precisar.

Levou até 2010 para que o Arch atingir o top 10 e sua posição mais alta foi em 2011, quando atingiu a 6ª posição. Isso pode ser atribuído à complexidade da distribuição.

02. CentOS

centos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CentOS é uma versão da comunidade do Red Hat Linux, que fornece toda a estabilidade e poder de seu pai.

Já existe a algum tempo, mas só atingiu o top 10 em 2011.

É uma boa distribuição, sólida, sem frescura e perfeita para uso doméstico e comercial.

03. Damn Small Linux

damn

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Damn Small Linux (DSL) figura desde 2003/2004 e seu principal ponto de venda é que ele tem uma pegada incrivelmente pequena.

O tamanho de download do DSL é de apenas 50 megabytes e, durante alguns anos, esteve nas 10 principais distribuições, mas saiu da lista em 2009 e vem caindo desde então. A posição mais alta foi um 6º lugar em 2006.

O problema principal com uma imagem tão pequena é que exige muita configuração para conseguir fazer qualquer coisa. Uma idéia inovadora, mas não muito substancial no mundo real.

04. Debian

debian

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sua posição mais alta é de 2º lugar e essa é a classificação atual.

Debian é um pai fundador do Linux e fornece a base para muitas das outras distribuições disponíveis hoje, incluindo Ubuntu e Linux Mint.

Usado por profissionais e grandes empresas, isso a torna uma distribuição fundamental para as pessoas que pensam em entrar no Linux como uma escolha de carreira.

É relativamente fácil de instalar e é altamente personalizável e é fácil de usar.

05. Dream Linux

dream

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Dream Linux saiu de cena em 2012. É difícil encontrar informações sobre ela. A captura de tela foi tirada do LinuxScreenshots.org.

Dream Linux atingiu o top 10 em 2008 e foi a versão 3.5 que foi responsável por sua ascensão. Com base no Debian Lenny, o Dream Linux veio com o ambiente de trabalho XFCE com uma opção para instalar o desktop GNOME.

O melhor tributo que pode ser dado a esta distribuição brasileira é do Unixmen que descreveu “Dream Linux tão rápido e bonito”.

06. Elementary OS

elementary

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Elementary é um recém-chegado ao bloco. Primeiro alcançou os rankings do Distrowatch em 2014 e sua posição mais alta até o momento foi o 7º lugar.

A chave para Elementary é a área de trabalho visualmente agradável e altamente estética. O conceito é simples, mantenha-o simples.

07. Fedora

fedora

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fedora é uma ramificação da Red Hat. É a distribuição dos entusiastas do Linux porque é completamente vanguardista, trazendo todos os novos conceitos à mesa primeiro.

Tal como acontece com o Debian, é uma boa idéia usar o Fedora ou o CentOS, pois fornecem a plataforma perfeita para qualquer pessoa que deseje obter uma carreira no Linux.

O Fedora foi uma das primeiras distribuições à introduzir o Wayland e SystemD.

É relativamente fácil de instalar e a área de trabalho GNOME é fácil de usar. No entanto, nem sempre é o mais estável.

O Fedora entrou no Top 10 do Distrowatch em 2004 e não ficou abaixo do 5º desde o pico na posição 2 em 2010.

08. Gentoo

gentoo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 2002, o Gentoo foi a terceira distribuição Linux mais popular. Claro, isso foi um tempo antes dos instaladores gráficos.

O Gentoo não é para os fracos e é usado por uma comunidade básica de pessoas que vivem para compilar o código. Ele saiu dos 10 melhores em 2007 e atualmente esta na posição 34.

09. Knoppix

knoppix

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Knoppix é uma distribuição Linux projetada para ser executada a partir de um DVD ou unidade USB. Atingiu o top 10 em 2003, atingindo o 3º lugar antes de deixar a lista em 2006.

Ainda está em andamento e está atualmente na versão 7.6 e reside na posição 55.

10. Lindows

lindows

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A única coisa que tem sido consistente nos últimos 14 anos é a obsessão de fazer distribuições Linux que se parecem com o Windows.

Um dos primeiros foi chamado Lindows, mas o nome teve que ser alterado porque estava muito perto da marca registrada de outra empresa.

A aparição do Lindows no top 10 foi apenas em 2002 na posição 9, embora tenha se tornado Linspire.

11. Lycoris

lycoris

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lycoris era uma distribuição Linux de desktop baseada em OpenLinux Workstation e projetada para se parecer muito com o Windows. Mesmo o plano de fundo foi projetado para emular o Windows XP.

Lycoris estava na posição 8 no ranking em 2002 e manteve a posição top 10 em 2003 antes de desaparecer na obscuridade.

12. Mageia

mageia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mageia começou como um fork do Mandriva (uma das distribuições mais populares no início da década). Mageia apareceu pela primeira vez no top 10 em 2012, onde alcançou a segunda distribuição mais popular do ano.

Ele permaneceu no top 10 desde então, embora nos últimos 6 meses tenha caído para o número 11, provando de uma vez por todas que é uma coisa entrar no top 10, mas uma coisa completamente diferente é ficar lá.

13. Mandrake / Mandriva

mandriva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mandrake Linux foi a distribuição número 1 entre 2002 e 2004 e há uma boa razão para isso. Mandrake foi a primeira a ser compatível com dispositivos de hardware, como impressoras e modems. (Para os mais novos, os modems eram coisas que costumávamos conectar à Internet para a experiência total de 56k).

Mandrake mudou seu nome para Mandriva e foi uma distribuição de top 10 até 2011, quando, infelizmente, chegou ao fim.

14. Manjaro

manjaro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Manjaro é atualmente minha distribuição preferida de Linux. A beleza de Manjaro é que ele pega o Arch Linux e torna simples para o cara normal comum do dia a dia.

Ele atingiu as 10 principais distribuições em 2013 e está definido neste ano para terminar em sua posição mais alta.

15. Mepis

mepis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mepis esteve entre as 10 melhores entre 2004 e 2007 e atingiu o pico na posição 4 em 2006. Ainda está em andamento hoje e é baseado no Debian Stable.

Mepis afirma ter o instalador mais fácil e vem como uma versão Live DVD para experimentá-lo antes de mergulhar completamente.

16. Mint

mint

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A distribuição atualmente no número 1 do ranking Distrowatch. O sucesso do Linux Mint é baixo pela sua facilidade de uso e a interface de desktop tradicional.

Com base no Ubuntu, o Linux Mint traz uma boa inovação e é muito estável. O Linux Mint atingiu o top 10 em 2007 e atingiu o primeiro lugar pela primeira vez em 2011 (provavelmente devido ao desastre inicial da Ubuntu Unity) e ficou lá desde então.

17. OpenSUSE

opensusse

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No início dos anos 2000, havia uma distribuição chamada SUSE, que garantiu um top 10 até 2005. Em 2006, o OpenSUSE nasceu e rapidamente assumiu o mantra.

O OpenSUSE é uma distribuição estável que é apropriada para todos usarem, com bons repositórios e suporte. Existem duas versões disponíveis, Tumbleweed e Leap. Tumbleweed é uma versão rolling-release, enquanto a Leap segue o método de lançamento tradicional.

18. PCLinuxOS

pclinuxos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O PCLinuxOS atingiu o top 10 em 2004 e permaneceu no top 10 até 2013. Ainda é uma distribuição realmente boa, que segue o mantra de ser fácil de instalar e fácil de usar. A compatibilidade de hardware também é muito boa.

O PCLinuxOS possui uma ótima rede de suporte e sua própria revista mensal. Atualmente, está fora das 10 principais distribuições na 12ª posição.

19. Puppy Linux

puppy

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Puppy Linux é uma das distribuições Linux mais inovadoras já criadas. Projetado para executar um CD ou unidade USB, o Puppy fornece uma solução de desktop Linux completa com centenas de ótimas ferramentas para apenas algumas centenas de megabytes.

Puppy atingiu o top 10 em 2009 e ficou lá até 2013. Atualmente, está em 15º lugar.

20. RedHat Linux

redhat

 

 

 

 

 

 

 

A Red Hat é uma distribuição comercial usada por grandes empresas em todo o mundo. No início dos anos 2000, estava nas 10 principais distribuições ocupando o 2º lugar em 2002 e 2003 antes de sair do top 10.

A Red Hat continua a ser popular no mundo dos negócios, mas os usuários mais ocasionais são mais propensos a usar o Fedora ou o CentOS que são versões da comunidade do Red Hat.

21. Sabayon

sabayon

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sabayon é uma distribuição baseada no Gentoo e, em grande parte, faz para o Gentoo o que o Manjaro faz para o Arch. Sabayon atingiu o Top 10 do Distrowatch em 2007, onde alcançou o 5º lugar. Ele saiu dos 10 melhores em 2011 e atualmente reside em 34º.

22. Slackware

slackware

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Slackware é uma das distribuições mais antigas e continua a ser popular entre os seus principais usuários. Foi iniciado em 1993 e, de acordo com o seu site, tem os dois objetivos de facilidade de uso e estabilidade.

O Slackware esteve no top 10 do Distrowatch entre 2002 e 2006, atingindo a posição 7 em 2002. Atualmente, fica na posição 33.

23. Sorcerer

Sorcerer esteve no ranking de Distrowatch em 2002, atingindo o pico na posição 5. Poucas informações podem ser encontradas sobre ela, exceto pelo fato de que usou palavras mágicas como uma maneira de instalar o software.

24. Suse

suse

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tal como aconteceu com o Red Hat no início dos anos 2000, a SUSE foi uma das principais 10 distribuições, ocupando a 3ª posição em 2005.

SUSE é uma distribuição comercial, e é por isso que o openSUSE nasceu como uma distribuição comunitária. Começou em 1992 e, de acordo com seu site, tornou-se a principal distribuição em 1997.

Em 1999, anunciou parcerias com IBM, SAP e Oracle. SUSE foi adquirida em 2003 pela Novell e o openSUSE nasceu.

25. Ubuntu

ubuntu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Ubuntu destacou-se em 2004 e rapidamente subiu para o número 1 em 2005, onde ficou ali por 6 anos. O Ubuntu levou o Linux a um nível totalmente novo. Em 2004, Mandrake foi o primeiro lugar com 1457 hits por dia. Quando o Ubuntu ocupou o número 1 em 2005, teve 2546.

Ainda hoje é uma das distribuições mais populares, o Ubuntu mistura inovação, um desktop moderno, um bom suporte e compatibilidade de hardware. O Ubuntu está atualmente no terceiro lugar atrás do Mint e do Debian.

26. Xandros

xandros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Xandros foi baseado no Corel Linux e estava nas 10 principais distribuições em 2002 e 2003, ocupando o 10º lugar.

27. Yoper

yoper

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Yoper foi uma distribuição independente que atingiu o top 10 em 2003. Foi construído para computadores i686 ou melhor. De acordo com a Wikipedia, seu recurso definidor era um conjunto de otimizações personalizadas destinadas a tornar a distribuição mais rápida. Infelizmente, rapidamente desapareceu na obscuridade.

28. Zorin

zorin

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Zorin é uma distribuição Linux que fornece ao usuário um desktop personalizado. O usuário pode escolher emular muitos outros sistemas operacionais, como Windows 7, OSX e Linux, com uma área de trabalho do GNOME 2.

Zorin veio em 2 sabores, incluindo a versão principal e uma versão LITE para computadores mais antigos. Alcançou o número 10 em 2014, e seu atual ranking de 6 meses é o 8º lugar.

Comentários