As várias facetas do APT

Entenda quais as diferenças entre o apt autoremove, autoclean e clean.

Não é novidade para alguns usuários que o comando apt-get possui variantes específicas para limpeza no sistema. Em contrapartida, ainda existe aqueles que não conhecem bem as diferenças entre cada uma delas. As opções são usadas para liberar espaço no disco rígido e na gestão de pacotes e repositórios de software instalados no sistema.

É confiável?

O APT (Advanced Packaging Tool) ou em português ferramenta de empacotamento avançado, é uma das mais conhecidas e aperfeiçoadas dos sistemas GNU/Linux Debian e derivados. Juntamente com o Aptitude formam o conjunto de softwares gestores de pacotes mais consolidados. Ao longo dos anos foram sendo atualizados e conseguiram garantir a segurança e confiança que o usuário espera. Por esse motivo, muito se fala sobre a viabilidade de usar outros programas para executar limpeza e melhorar a performance no sistema operacional.

O que é o autoremove?

O autoremove é tão importante que frequentemente o próprio sistema recomenda o uso em determinadas situações. Consiste em um utilitário do apt-get usado para remover pacotes que não são mais úteis. A definição abaixo é da própria página de manual.

autoremove é usado para remover pacotes que foram instalados
automaticamente para satisfazer dependências de outros pacotes e
que já não são necessários.

A forma como o autoremove pode ser usado está representado logo abaixo.

[email protected] ~ $  sudo apt autoremove 
[sudo] senha para sempreupdate: 
Lendo listas de pacotes... Pronto
Construindo árvore de dependências       
Lendo informação de estado... Pronto
0 pacotes atualizados, 0 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 173 não atualizados.

Para manter o sistema operacional rápido e enxuto é recomendável executar o comando acima frequentemente, sem a demasiada preocupação de remover algo que não deve acidentalmente. Nesse ponto o Debian é muito seguro quanto ao controle de dependências.

O que é o apt clean?

O clean consegue ir mais longe que o autoremove, removendo pacotes .deb dos diretórios /var/cache/apt/archives/  e /var/cache/apt/archives/partial/  com exceção do arquivo lock. Em outras palavras, o comando faz uma limpeza completa no repositório local de ficheiros e pacotes obtidos durante instalações. É possível usá-lo da seguinte forma:

[email protected] ~ $  sudo apt clean

E o autoclean?

O autoclean se assemelha muito ao clean abordado acima. Ele tem a função de remover arquivos e pacotes .deb do repositório local, evitando baixar arquivos obsoletos e inúteisIsso permite que o cache de pacotes cresça de maneira ordenada durante um logo período.

[email protected] ~ $  sudo apt autoclean

Para saber mais sobre esses e os demais variantes do APT, consulte a página do manual clicando no botão abaixo.

Página do Manual

Comentários