5 Avanços esperados em Metaverso, Realidade Aumentada e Realidade Virtual para 2024

Avanços Futuros: Explorando as Próximas Grandes Novidades em Metaverso, AR e VR para 2024

Emanuel Negromonte
6 minutos de leitura

As tecnologias de metaverso, AR e blockchain têm experimentado altos e baixos nos últimos anos. No entanto, a partir dessas experiências, estão surgindo novos produtos e serviços que têm o potencial de resistir ao teste do tempo. Essas tecnologias, que vão desde a reestruturação do planejamento urbano até a melhoria da visão humana, ainda têm muito a oferecer à humanidade.

8ª Wall

A 8ª Wall, uma empresa WebAR adquirida pela Niantic, criadora do Pokémon Go, em 2022, tem trabalhado para demonstrar o poder da AR através da web. A empresa se concentra na criação de experiências interativas de AR que vivem dentro de URLs, permitindo que sejam acessadas universalmente por smartphones, laptops e até mesmo fones de ouvido Meta Quest. Até agora, seus desenvolvedores criaram 100.000 aplicativos da web, incluindo um que oferece visualizações paralelas do 2022 Super Bowl Halftime Show, que obteve 3 bilhões de visualizações de 500.000 fãs no ano passado.

Lumus

Por outro lado, a Lumus desenvolveu um sistema de projeção AR chamado Z-Lens que permite a compressão de AR de alta qualidade em molduras leves. O sistema funciona com um microprojetor escondido dentro da área das têmporas da armação dos óculos, que dispara luz sobre espelhos gravados nas lentes que refletem a imagem virtual no olho do usuário. A resolução 2Kx2K é nítida e visível à luz do sol. A abordagem também permite o uso de lentes de prescrição e de transição, tornando os óculos AR mais semelhantes aos óculos normais.

Ocutrx

A Ocutrx está desenvolvendo um fone de ouvido AR chamado OcuLenz, projetado para auxiliar pessoas com mais de 50 anos que sofrem de degeneração macular relacionada à idade (AMD), uma condição que afeta uma em cada dez pessoas nessa faixa etária. Ao contrário da maioria dos óculos AR, que visam preencher nossos olhos com imagens digitais, o OcuLenz tem como objetivo melhorar a visão real.

OcuLenz

O OcuLenz não repara o olho de alguém, mas reposiciona o mundo ao redor dos pontos cegos. Ele faz isso por meio de uma câmera integrada e um micro display que enviam um feed de vídeo em tempo real para as partes do olho que são menos danificadas pela AMD. Um estudo piloto mostrou que os participantes que não conseguiam mais ler devido à AMD foram capazes de discernir letras grandes novamente.

A empresa planejou entregar 100 headsets em 2023, com a expectativa de comercialização total no ano seguinte. Esta inovação representa um avanço significativo na aplicação da tecnologia AR para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

A Parceria Econômica de Orlando está desenvolvendo o Orlando Regional Digital Twin, uma réplica digital precisa da região em colaboração com a Unity, desenvolvedora da plataforma 3D. Este projeto abrange 800 milhas quadradas de mapas virtuais interativos, alimentados por informações de 200 conjuntos de dados diferentes. Atualmente, o gêmeo digital está sendo utilizado por incorporadores para planejar investimentos na região. No futuro, espera-se que seja cada vez mais usado como uma ferramenta para simular a Orlando do futuro, permitindo a modelagem de possibilidades no planejamento urbano e a consideração de cenários “e se”.

Por outro lado, a Roblox está integrando o potencial da IA generativa em suas ferramentas de criação para agilizar a produção de jogos. As atualizações incluem o Code Assist, que sugere funções como código de pessoas, e um Material Generator, que cria texturas únicas, como um “piso de madeira antigo”, através de comandos simples. Os designers de jogos da Roblox têm recebido bem os novos recursos: mais de um terço dos testadores beta utilizaram cada uma dessas atualizações, e os desenvolvedores estão gerando cerca de 70.000 novos materiais por dia.

Conclusão

Em conclusão, as tecnologias de metaverso, AR e blockchain estão passando por uma evolução contínua, com novos produtos e serviços surgindo a partir de experiências passadas. Empresas como a 8ª Wall e a Lumus estão explorando maneiras inovadoras de utilizar a AR para melhorar a experiência do usuário, seja através da criação de experiências interativas de AR acessíveis universalmente ou da melhoria da visão real.

Além disso, a Parceria Econômica de Orlando está trabalhando em um gêmeo digital da região, uma ferramenta que tem o potencial de revolucionar o planejamento urbano e a tomada de decisões. Ao mesmo tempo, a Roblox está integrando a IA generativa em suas ferramentas de criação, agilizando a produção de jogos e permitindo aos designers criar conteúdo de forma mais eficiente.

Esses desenvolvimentos representam apenas alguns dos avanços esperados em metaverso, realidade aumentada e realidade virtual para 2024. À medida que essas tecnologias continuam a evoluir, podemos esperar ver ainda mais inovações e melhorias na maneira como interagimos com o mundo digital.

Share This Article
Follow:
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.