Apple e Ericsson fazem acordo e encerram processos de patentes

Apple e Ericsson se processam há anos, acusando-se mutuamente de várias violações de patentes

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

Depois de anos em batalha judicial, Apple e a Ericsson chegaram a um acordo de licenciamento, encerrando processos de patentes em que se acusavam mutuamente.

Conforme anunciado em um comunicado à imprensa (Via: 9to5Mac), o acordo inclui uma “licença cruzada relacionada a tecnologias essenciais de padrão celular patenteadas e concede outros direitos de patente”.

As duas empresas se processaram pela primeira vez em 2015, acusando-se mutuamente de várias violações de patentes e divergências de licenciamento em relação às tecnologias 2G, 3G e 4G.

Apple e Ericsson fazem acordo e deixam processos de patentes de lado

Enquanto os processos iniciais foram resolvidos, a batalha recomeçou em outubro de 2021, desta vez sobre o licenciamento de patentes relacionadas à tecnologia 5G.

As duas empresas abriram processos uma contra a outra por violação de patente, com a Ericsson indo tão longe a ponto de buscar a proibição das importações do iPhone. A Apple acusou a Ericsson de “táticas de braço forte” nas negociações para licenciar tecnologia de comunicação patenteada.

Este acordo as próprias empresas, esse acordo encerrará “todas as disputas legais relacionadas a patentes” entre a Ericsson e a Apple. Apenas nesta semana, um julgamento entre as duas empresas começou nos tribunais do Distrito Leste do Texas, conforme relatado pela Foss Patents.

apple-e-ericsson-fazem-acordo-e-encerram-processos-de-patentes

O novo acordo também verá a Ericsson e a Apple “fortalecer sua tecnologia e colaboração comercial”. O comunicado de imprensa vem da Ericsson, não da Apple, e a Apple não comentou publicamente sobre este acordo entre as empresas.

“A Ericsson e a Apple chegaram a um acordo de licença de patente global plurianual entre as duas empresas. O acordo inclui uma licença cruzada relacionada a tecnologias essenciais de padrão celular patenteadas e concede outros direitos de patente”.

“Além disso, a Ericsson e a Apple concordaram mutuamente em fortalecer sua colaboração tecnológica e comercial, inclusive em tecnologia, interoperabilidade e desenvolvimento de padrões”.

Posicionamento da Apple

O posicionamento da Apple nessa batalha legal foi impulsionado pela aquisição do negócio de modems da Intel, que lhe deu acesso à sua própria coleção de patentes essenciais relacionadas à tecnologia celular.

Em algum momento nos próximos anos, a Apple fará a transição do uso de modems Qualcomm no iPhone para seus próprios modems internos. Apesar dessa mudança, no entanto, o licenciamento de patentes de empresas como Ericsson e Qualcomm ainda será fundamental.

Esperamos que essa guerra judicial entre Apple e Ericsson tenha realmente sido encerrada e as empresas possam seguir a partir daqui.

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.