Apple tornará a mudança para o Android mais fácil

apple-adquire-startup-de-ia-para-ajudar-a-criar-seu-modelo-de-ia

Quando o assunto é seguir as leis à risca, a União Europeia sabe fazer isso acontecer. E a Apple sabe bem disso. A recém-implementada Lei dos Mercados Digitais (DMA) da UE é realmente o presente que continua a ser oferecido. Isto é, se você sempre quis que a Apple fosse um pouco mais aberta e menos restritiva quanto ao que você pode fazer em seus dispositivos móveis. Agora, por exemplo, a Apple tornará a mudança para o Android mais fácil.

Apple e a mudança para o Android para atender leis da UE

Vocês devem lembrar que a DMA forçou a Apple, mesmo a contragosto, a permitir lojas de aplicativos de terceiros no iOS, navegadores que podem usar seus próprios mecanismos de renderização e sistemas de pagamento alternativos para aplicativos, mas acontece que isso não é tudo que a lei fez a Apple fazer.

A empresa também está trabalhando em uma maneira de facilitar a mudança de um iPhone para um telefone Android. Quando você muda de um iPhone mais antigo para um novo, essa mudança é feita de forma bem simples. Então, a Apple deve facilitar esse processo mesmo quando for para um dispositivo Android, no futuro.

apple-tornara-a-mudanca-para-o-android-mais-facil

Mudança do iPhone para o Android

A Apple terá uma maneira mais “fácil de usar” para você transferir seus dados para um “telefone que não seja da Apple” até 2025. Isso vem de um novo documento de conformidade publicado pela Apple (Via: GSMarena) para descrever todas as maneiras pelas quais está em conformidade com o DMA.

Mas espere, tem mais. Haverá também uma forma de transferir dados entre navegadores no mesmo dispositivo iOS, e isso estará disponível no final de 2024 ou início de 2025. Em março de 2025, somente na UE, você também poderá alterar o aplicativo de navegação padrão. Ah, e você também poderá desinstalar completamente o Safari se estiver usando outro navegador e simplesmente não precisar mais dele. Estará disponível até o final deste ano.

No entanto, é provável que todos esses recursos sejam lançados apenas na UE, já que é onde o DMA se aplica. Até agora, todas as coisas que a Apple implementou para cumprir o DMA foram limitadas à UE – na verdade, muito assim, já que essas lojas de aplicativos de terceiros não funcionam se você viajar para fora do bloco por “muito tempo”, por exemplo.

Então, talvez outras partes do mundo precisem de leis mais rigorosas para a Apple e outras empresas de tecnologia também.