Assim como Microsoft, macOS também cria um subsistema para Linux

Assim como Microsoft, macOS também cria um subsistema para Linux

O Windows Subsystem for Linux é um sucesso absoluto para quem pretende rodar vários sistemas Linux dentro do Windows. O projeto continua avançando e não param de surgir novos recursos todos os meses, graças a essa proximidade da Microsoft com o open source nos últimos anos. Agora, chegou a vez dos usuários do macOS da Apple também terem a chance de experimentar um sistema Linux de forma virtual. Assim como Microsoft, macOS também cria um subsistema para Linux.

Esse projeto completamente novo começou a dar as caras neste final de semana e é chamado de Lima. Ele quer dizer, literalmente, Linux-on-Mac. Apesar da coincidência de nomes, ele nada tem a ver com o projeto de engenharia reversa de código aberto Arm Mali de mesmo nome. Portanto, este é mais um esforço para ser como um “subsistema macOS para Linux” não oficial.

Assim como a Microsoft, agora o macOS também cria um subsistema para Linux

O Lima tenta ser como o WSL para Linux no Windows, mas em vez disso, é totalmente voltado para o macOS. Este projeto de código aberto não oficial, porém, é basicamente sobre girar máquinas virtuais Linux simples no macOS que são bem integradas ao ambiente do usuário com compartilhamento automático de arquivos e outros bits para uma experiência de usuário rápida, fácil e agradável.

Do mesmo modo, o Lima fornece compartilhamento automático de arquivos usando SSHFS reverso. Além disso, o QEMU está sendo usado com o acelerador HVF para virtualização e há encaminhamento de porta automático. Lima funciona para macOS em hardware Intel e ARM e Apple Silicon. Lima foi testado usando os hosts Fedora e Ubuntu.

De acordo com a página do projeto:

Lima lança máquinas virtuais Linux no macOS, com compartilhamento automático de arquivos, encaminhamento de portas e container.

Lima pode ser considerada uma espécie de “subsistema macOS para Linux” não oficial ou “contêiner para Mac”.

 Compartilhamento automático de arquivos

 Encaminhamento de porta automático

Suporte integrado para containerd

 Intel na Intel

 ARM em Intel

 ARM em ARM (não testado)

 Intel em ARM (não testado)

 Ubuntu

 Fedora

Os interessados ??em conhecer mais sobre este projeto de código aberto podem visitar o GitHub.

Os avanços do WSL para Linux da Microsoft

Recentemente, a Microsoft lançou o WSLg Preview para suporte de aplicativo GUI com Windows Subsystem for Linux. Assim, passou a ter uma interface gráfica muito mais amigável para os usuários deste recurso. O WSLg é a primeira visualização pública disponível deste suporte de aplicativo GUI WSL2. Isso expande o trabalho de longa duração da Microsoft no subsistema Windows para Linux para permitir que aplicativos/cargas de trabalho GUI sejam usados facilmente. Isso também inclui a capacidade de usar a aceleração 3D nos aplicativos.