Backup do iCloud ajuda na condenação de espião chinês!

Sim, estamos falando do backup do próprio iPhone dele

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

O backup do iCloud é essencial para manter os nossos dados seguros, principalmente quando temos medo de “perder” nossos iPhones, por algum motivo. No entanto, o backup do iCloud de um espião chinês serviu para ajudar na condenação dele.

Espião chinês é condenado com ajuda do backup do iCloud

Um espião chinês realizando espionagem industrial contra a GE Aviation e a divisão aeroespacial da Honeywell foi pego com a ajuda do acesso a um backup do iCloud de seu iPhone.

De acordo com o 9to5Mac, os dados obtidos no iPhone do espião incluíam uma cópia nunca antes vista de um formulário de segurança usado pelo serviço de segurança chinês ao recrutar espiões.

Xu Yanjun, um oficial do Ministério da Segurança do Estado da China (MSS) foi preso e levado a julgamento nos EUA depois que os investigadores o atraíram para fora do país para uma reunião na Bélgica, de onde ele foi extraditado para a América.

De acordo com o Bloomberg (Via: 9to5Mac), a China visava acadêmicos e engenheiros que trabalhavam em projetos aeroespaciais. Eles foram convidados para a China em viagens com todas as despesas pagas, onde ostensivamente entregaram documentos de conferências. No entanto, a verdade é que eles estavam fornecendo informações comercialmente confidenciais sobre o desenvolvimento de fuselagem e motores.

backup-do-icloud-ajuda-na-condenacao-de-espiao-chines
Imagem: Reprodução | 9to5Mac

A prisão do espião

A prisão de Xu Yanjun provou ser um negócio muito maior do que o FBI esperava, marcando a primeira vez que um oficial do MSS foi atraído para fora da China e extraditado para os EUA.

De acordo com o Bloomberg, “quando Xu foi preso, ele tinha consigo um iPhone cujo conteúdo ele havia feito backup fielmente na nuvem, um lapso que permitiu que os investigadores do FBI recuperassem todos os dados da Apple […]”.

“Mais de duas semanas e meia do final de outubro passado até novembro, promotores federais em um tribunal em Cincinnati usaram a riqueza de material digital que Xu, de 41 anos, havia armazenado para traçar um retrato dele”. De acordo com o site, “traduzido do mandarim original, é um retrato íntimo sem precedentes de como funciona a máquina de espionagem econômica da China e como é a vida de suas engrenagens”.

Os dados estavam acessíveis porque, embora os backups do iCloud sejam criptografados, eles não usam criptografia de ponta a ponta. Isso significa que a Apple detém a chave e pode entregar os dados às autoridades após o recebimento de uma ordem judicial.

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.