Cibercriminosos se aproveitam do interesse em IA generativa para instalar malware

Especialistas em segurança da Meta encontraram vários malwares se passando por ChatGPT

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

Atores de ameaças estão usando a promessa de IA generativa como ChatGPT para entregar malware, de acordo com a Meta. O interesse das pessoas nas IAs estão abrindo mais portas para os cibercriminosos conseguirem enviar os seus malwares.

Interessa em IA generativa facilita golpes com malwares

Os atores de ameaças estão aproveitando o enorme interesse em IA generativa, como o ChatGPT, para induzir as vítimas a instalar malware. Os hackers tentam induzir as vítimas a instalar aplicativos maliciosos e extensões de navegador em seus dispositivos.

Em março, especialistas em segurança da Meta encontraram vários malwares se passando por ChatGPT ou ferramentas de IA semelhantes. Aparentemente, a busca pelo ChatGPT está facilitando a inserção desses malwares. A grande busca pela IA generativa está abrindo mais portas para golpes digitais e, as pessoas precisam ficar atentas.

cibercriminosos-se-aproveitam-do-interesse-em-ia-generativa-para-instalar-malware

Desde março, nossos analistas de segurança encontraram cerca de 10 famílias de malware se passando por ChatGPT e ferramentas semelhantes para comprometer contas na Internet. Por exemplo, vimos agentes de ameaças criarem extensões de navegador maliciosas disponíveis em lojas oficiais da web que alegam oferecer ferramentas relacionadas ao ChatGPT.

Na verdade, algumas dessas extensões maliciosas incluíam a funcionalidade do ChatGPT ao lado do malware. Isso provavelmente evitaria suspeitas das lojas e dos usuários.

Relatórios de segurança do primeiro trimestre de 2023 da Meta

Bloqueios da Meta

A empresa detectou e bloqueou o compartilhamento de mais de 1.000 URLs maliciosos exclusivos em seus aplicativos. Isso é um número surpreendente e, demonstra que os cibercriminosos estão sempre um passo a frente quando o assunto é a prática dos seus golpes.

Além disso, a Meta também compartilhou suas descobertas com colegas do setor e outros participantes da comunidade de defesa cibernética. Isso pode ajudar a barrar parte desses malwares e impedir que eles cheguem até usuários desavisados.

A rápida evolução do espaço de IA generativa está atraindo agentes de ameaças, por esse motivo, a Meta recomenda estar atento à evolução do cenário de ameaças.
“ChatGPT é a nova criptomoeda.” disse o diretor de segurança da informação da Meta, Guy Rosen.

A Meta também revelou que suas equipes de pesquisa estão trabalhando na adoção de IA generativa para detectar e bloquear campanhas de influência online. Esperamos que isso seja o suficiente para barrar esses agentes maliciosos que usam as redes sociais da empresa para distribuírem seus malwares.

A IA está em lata nesse momento, então, a atenção deve ser redobrada para não cair em golpes.

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.