Cider substitui Apple Music para Windows e Linux

Claylson Martins
4 minutos de leitura

Em algum momento do passado, a Apple já tentou criar um setor específico para o desenvolvimento de aplicativos para Windows. Isso ficou para trás e, desde então, este assunto recebeu pouca atenção. Já se passaram mais de dois anos desde que a Apple supostamente procurava um engenheiro para “ desenvolver a próxima geração de aplicativos multimídia para Windows”.

A Apple gosta de manter as coisas funcionando sem problemas apenas dentro de seu próprio ecossistema. Sendo assim, o Apple Music é um excelente exemplo disso. O serviço, agora com quase sete anos, ainda não possui um aplicativo dedicado ou decente para Windows. A experiência atualmente é terrível a menos que você use algo como Cider.

Cider é um melhor Apple Music para Windows, Linux e até o próprio macOS

O Cider também é um projeto de código aberto e está disponível para Windows, Linux e macOS. Não é um aplicativo nativo como tal, pois é baseado no Electron, mas é uma experiência muito, muito melhor do que a que a Apple oferece a seus clientes que não são Mac.

O aplicativo está disponível na Microsoft Store ou via winget. No Linux, você o obtém no Flathub como um pacote Flatpak e também está nos repositórios do AUR. Se você quiser usá-lo no macOS, baixe o pacote assinado do GitHub. O Cider também suporta conexão remota para ir do seu PC para o seu celular em um instante.

O Cider parece melhor em tudo. É rápido, leve e parece funcionar muito bem. Ele tem todos os recursos que você procura e muito mais. Há um painel de letras integrado, você pode sincronizar suas reproduções localmente ou com sua conta Apple Music em todos os dispositivos, ele se integra ao Last.fm e também suporta vídeos e podcasts.

Este aplicativo também é altamente personalizável e extensível, você pode alterar a aparência do cliente com temas ou instalar plug-ins complementares. Tem um modo de tela cheia muito bom, e também um mini player. Integra-se ao Discord, oferece equalizador e áudio espacial. Ah, e as animações são de primeira qualidade.

Um Apple Music alternativo

Cider substitui Apple Music para Windows e Linux
Cider substitui Apple Music para Windows e Linux.

Como alguém que vive tentando serviços de streaming de música procurando a solução definitiva, tenho aproveitado os seis meses de Apple Music que a empresa “oferece” para você comprar Airpods por alguns meses.

A experiência de um iPhone é muito legal com áudio espacial e tal, mas quando vou para o meu PC com Windows 11, é uma história completamente diferente. A única maneira de ouvir o Apple Music no Windows 10 ou Windows 11 é através do iTunes, um software que é famoso há anos por ser lento, pesado e desajeitado.

Isso mudou pouco ou nada ao longo dos anos, o iTunes no Windows é terrível (no macOS não foi muito melhor) e inexistente no Linux. Cider busca corrigir ambas as falhas e acaba oferecendo algo bem legal.

A única coisa “ruim” sobre isso é que a Apple não facilita o uso de aplicativos de terceiros. Por exemplo, devido a limitações do serviço, não é possível ouvir o áudio sem perdas do Apple Music por meio do Cider. A qualidade máxima é de 256 kbps.

O outro detalhe é que pode muito bem desaparecer ou parar de funcionar se a Apple não gostar da ideia de clientes de terceiros do seu serviço. Enquanto isso, é a melhor opção para curtir o Apple Music no desktop, mesmo no próprio macOS.

Via Genbeta

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.