in

Cinco aplicativos de gravação de tela para Linux

Cinco aplicativos de gravação de tela para Linux
Jack Wallen, do site Linux.com, destaca seus cinco gravadores de tela favoritos para o desktop Linux. Assim você pode facilmente encontrar um para atender às suas necessidades de vídeo.

Existem muitas razões pelas quais você pode precisar gravar seu desktop Linux. Os dois mais importantes são treinamento e suporte. Se você estiver treinando usuários, uma gravação de vídeo da área de trabalho pode ajudá-los a entender o que você está tentando transmitir. Pelo contrário, se você tiver problemas com um aspecto da sua área de trabalho Linux, gravar um vídeo pode significar a diferença entre resolver o problema e não. Mas quais ferramentas estão disponíveis para a tarefa? Felizmente, para todos os usuários do Linux (independentemente da área de trabalho), há opções disponíveis. Confira cinco aplicativos de gravação de tela para Linux. Entre esses cinco, você certamente encontrará um que se adapte perfeitamente às suas necessidades.

Simple Screen Recorder

Como primeira dica, o Simple Screen Recorder. Esta versão particular do gravador de tela está disponível para quase todos os sabores do Linux e é, como o nome sugere, muito fácil de usar. Com o Simple Screen Recorder você pode selecionar uma única janela, uma parte da tela ou a tela inteira para gravar.

Uma das melhores características do Simple Screen Recorder é a capacidade de guardar perfis, o que permite configurar a entrada para um registo (incluindo o dimensionamento, a taxa de quadros, largura, altura, a borda esquerda e afastada do bordo superior, etc).

Ao salvar perfis, você pode facilmente usar um perfil específico para atender a uma necessidade exclusiva, sem ter que passar pela personalização a cada vez. Isso é útil para quem faz muitas gravações de tela, com diferentes variáveis de entrada para tarefas específicas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também encontramos:

  • Entrada de áudio de registros;
  • Permite pausar e retomar a gravação;
  • Fornecer uma pré-visualização durante a gravação;
  • Permite a seleção de contêineres de vídeo e codecs;
  • Adicione um registro de data e hora ao nome do arquivo (opcional);
  • Inclui gravação de teclas de atalho e notificações sonoras;
  • Funciona bem em máquinas mais lentas.

Onde baixar

O Simple Screen Recorder pode ser instalado a partir de repositórios padrão em muitos desktops ou por instruções fáceis de seguir na página de download do aplicativo.

Gtk-recordmydesktop

A próxima entrada, gtk-recordmydesktop, não fornece todas as opções encontradas no Simple Screen Recorder. Porém, oferece um componente de linha de comando (para aqueles que preferem não trabalhar com uma GUI).

A simplicidade que acompanha esta ferramenta também significa que você está limitado a um formato de saída de vídeo específico (.ogv). Isso não significa que o gtk-recordmydesktop não fique sem atratividade.

De fato, existem algumas características que tornam essa opção bastante atraente. Primeiro de tudo, é muito fácil de usar. Em segundo lugar, a janela de gravação deixa automaticamente o seu caminho durante a gravação (ao contrário do Simple Screen Recorder,onde você precisa minimizar a janela de gravação ao gravar em tela cheia). Outro recurso encontrado no gtk-recordmydesktop é a capacidade de fazer a gravação com uso do mouse.

Infelizmente, a função de rastreamento do mouse nem sempre funciona como esperado. Por isso é muito provável que você use a ferramenta sem essa opção interessante. De fato, se você escolher o caminho gtk-recordmydesktop, deve entender que a interface GUI não é tão confiável quanto a versão de linha de comando da ferramenta. Na linha de comando, você pode registrar uma posição específica da tela desta maneira:

recordmydesktop -x X_POS -y Y_POS --width WIDTH --height HEIGHT -o FILENAME.ogv
em que:
  • X_POS é o deslocamento no eixo X;
  • Y_POS é o deslocamento no eixo Y;
  • WIDTH é a largura da tela que será registrada;
  • HEIGHT é a altura da tela a ser gravada;
  • FILENAME é o nome do arquivo a ser salvo.

Para obter mais informações sobre opções de linha de comando, use o comando man recordmydesktop e leia a página do manual.

Kazam

Se você está procurando algo mais do que um simples screencast gravado, uma boa opção é o Kazam. Assim, com ele, além de gravar um vídeo de tela padrão (com o valor usual, embora limitado), também pode tirar screenshots e até transmitir vídeo para o YouTube Live.

Kazam está na mesma direção do gtk-recordmydesktop, quando se trata de recursos. Em outras palavras, você está um pouco limitado no que pode fazer. No entanto, isso não significa que você não deve dar uma chance ao Kazam. Na verdade, o Kazam pode ser um dos melhores gravadores de tela que existem para novos usuários do Linux.  E o motivo é bem claro: ele é bastante fácil de usar e você só precisa clicar. Porém, se você está procurando algo mais completo, procure outra opção.

A versão do Kazam , em PPA, pode ser encontrada no seguinte repositório:
ppa:sylvain-pineau/kazam
Para o Ubuntu (e distribuições baseadas no Ubuntu), instale com os seguintes comandos:
sudo apt-add-repository ppa:sylvain-pineau/kazam

sudo apt-get update

sudo apt-get install kazam -y

Vokoscreen

O aplicativo de gravação Vokoscreen é para novos usuários que precisam de mais opções. Não apenas você pode configurar o formato de saída e os codecs de vídeo/áudio, mas também pode configurá-los para trabalhar com uma webcam.

 

 

 

 

 

 

 

Como a maioria das ferramentas de gravação de tela, o Vokoscreen permite que você especifique o que deseja gravar na sua tela. Você pode gravar a tela inteira (mesmo selecionando a exibição em configurações de tela múltipla), a janela ou a área.

Vokoscreen também permite que você selecione um tamanho de extensão (200 × 200, 400 × 200 ou 600 × 200). O nível de ampliação é uma ótima ferramenta para destacar uma seção específica da tela (a janela de ampliação segue o mouse).

Como todas as outras ferramentas, o Vokoscreen pode ser instalado a partir dos repositórios padrão ou clonado de seu repositório GitHub.

OBS Studio

Para muitos, o OBS Studio é considerado o pai de todas as ferramentas de gravação de tela. Por quê? Porque o OBS Studio é uma ferramenta de divulgação e uma ferramenta de gravação de desktop.

Com o OBS Studio, você pode transmitir para o YouTube, Smashcast, Mixer.com, DailyMotion, Facebook Live, Restream.io, LiveEdu.tv, Twitter etc. Então, na verdade, o OBS Studio deve ser considerado seriamente como o padrão de fato para transmissão ao vivo feitas a partir do desktop Linux. No entanto, o software só é suportado oficialmente a partir do Ubuntu 14.04.

Após a instalação, você será convidado a fazer uma autoconfiguração assistente. Portanto, você pode configurar o seu serviço de streaming. Isto é  opcional. Porém, se você estiver usando o OBS Studio, é muito provável que siga exatamente esses passos. Então, é melhor não pular as configurações da sua seqüência padrão.

Atenção: OBS Studio não é exatamente para novatos. Planeje dedicar uma boa quantidade de tempo para iniciar o serviço de streaming e atualizar-se com a ferramenta. Mas para quem precisa de uma solução desse tipo para o desktop Linux, o OBS Studio é o ideal. Você também pode gravar seu screencast na área de trabalho e salvá-lo localmente.

Fonte

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Krita 4.1.7 é lançado com várias correções de bugs

Krita 4.1.7 é lançado com várias correções de bugs

Lançado KDE Applications 18.12

Lançado KDE Applications 18.12