in

Como instalar o Sensu Monitoring Tool no CentOS 7

Tenha uma poderosa ferramenta de monitoramento escalável no seu CentOS!

Lançamento do CentOS 8.0 pode demorar até dois meses

Sensu é uma ferramenta de monitoramento escalável e de código aberto escrita em Ruby. É uma plataforma dinâmica e efêmera de monitoramento e implantação de infraestrutura e de aplicações utilizadas para monitorar e enviar alertas e notificações de novos eventos. O Sensu usa RabbitMQ para corretagem de mensagens e Redis para data storing (armazenamento de dados).

O que o Sensu faz exatamente?

Sensu monitora os serviços de aplicativos e sistemas, detecta aqueles em estado insalubre e notifica via email, PagerDuty, Slack, HipChat, IRC, etc. O Sensu oferece API Documentada, Registro de Cliente Dinâmico, Monitoramento de Autoatendimento, Conectividade Segura, Plugins Sensu e Built-in e Roteamento de contatos. Neste Tutorial veremos como instalar no CentOS 7.

Procedimentos de instalação do Sensu Monitoring

Para iniciarmos o procedimento baixe o RPM Earling, usando o comando wget da seguinte forma e com o link abaixo. Disponível apenas para 64 bits!

wget http://packages.erlang-solutions.com/site/esl/esl-erlang/FLAVOUR_1_general/esl-erlang_21.3.2-1~centos~7_amd64.rpm

O pacote RPM Erlang foi baixado. Em seguida, instale o RPM Erlang executando o seguinte comando.

rpm -Uvh esl-erlang_21.3.2-1~centos~7_amd64.rpm

O RPM Earling foi instalado com exito no sistema, agora instalaremos o aplicativo Earling executando o seguinte comando:

yum install erlang

Fazendo isso será apresentado uma tela com as seguintes informações (ou algo similar):

Loaded plugins: fastestmirror, langpacks
Loading mirror speeds from cached hostfile
* base: centos.mirror.snu.edu.in
* epel: mirror.ehost.vn
* extras: centos.mirror.snu.edu.in
* updates: centos.mirror.snu.edu.in
Resolving Dependencies
--> Running transaction check
---> Package erlang.x86_64 x:xx.x-x.el7.centos will be installed
--> Processing Dependency: erlang-inets(x86-64) = x.x-x.el7.centos for package: erlang-x.x-x.el7.centos.x86_64
.
.
.
.
erlang-wx.x86_64 0:20.1-1.el7.centos
erlang-xmerl.x86_64 0:20.1-1.el7.centos
mesa-libGLU.x86_64 0:9.0.0-4.el7
unixODBC.x86_64 0:2.3.1-11.el7
wxBase.x86_64 0:2.8.12-20.el7
wxGTK.x86_64 0:2.8.12-20.el7
wxGTK-gl.x86_64 0:2.8.12-20.el7
Complete!

Agora iremos baixar o RabbitMQ RPM, usando o comando wget da seguinte forma e com o link abaixo.

wget https://www.rabbitmq.com/releases/rabbitmq-server/v3.6.15/rabbitmq-server-3.6.15-1.el7.noarch.rpm

Execute o RPM para RabbitMQ by rodando o seguinte comando:

rpm --import https://www.rabbitmq.com/rabbitmq-signing-key-public.ascInstale

o aplicativo RabbitMQ executando o comando yum install.

yum install rabbitmq-server-3.6.15-1.el7.noarch.rpm
Pós Instalação do RabiitMQ
Comece ativando o seu RabbitMQ executando o seguinte comando:
[simterm]systemctl enable rabbitmq-server

Inicie o serviço

systemctl start rabbitmq-server

Instalação do Redis

Próxima instalação é o aplicativo Redis, que executaremos com o comando yum install.

yum install redis

Adicione o repositório necessário antes de instalar a ferramenta Sensu criando um arquivo de reimportação chamado Sensu e insira o seguinte conteúdo no arquivo. Salve e saia do arquivo.

vim /etc/yum.repos.d/sensu.repo

[sensu]
name=sensu-main
baseurl=http://repositories.sensuapp.org/yum/el/7/x86_64/
gpgcheck=0
enabled=1

O arquivo repo foi criado com sucesso! Em seguida, instale a ferramenta Sensu executando o seguinte comando e pressione “y” para continuar com o processo de instalação.

yum install sensu uchiwa -y

Inicie e habilite o serviço Redis.

systemctl start redis

systemctl enable redis

ln -s ‘/usr/lib/systemd/system/redis.service’ ‘/etc/systemd/system/multi-user.target.wants/redis.service’

Copie o arquivo .json para o seguinte local.

cp /etc/sensu/config.json.example /etc/sensu/config.json

Inicie e habilite as seguintes listas de serviços:

systemctl start sensu-server

systemctl start sensu-client

systemctl start sensu-api

systemctl start uchiwa

systemctl enable sensu-server

systemctl enable sensu-client[simterm]
[simterm]systemctl enable sensu-api

systemctl enable uchiwa

Defina a configuração do Firewall executando o seguinte conjunto de comandos.

firewall-cmd --add-port=3000/tcp

firewall-cmd --add-port=80/tcp

firewall-cmd --add-port=443/tcp

firewall-cmd --reload

Pronto, você concluiu a instalação do Sensu Monitoring Tool no CentOS 7. 

Caso queira conhecer um pouco mais sobre a ferramenta, segue o link do site clique aqui.

Written by Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

comercial de apresentação do Ubuntu

Direto do túnel do tempo: Veja o comercial de apresentação do Ubuntu

o-que-e-hplip-openprinting-e-o-cups-descubra-o-que-e

O que é HPLIP, OpenPrinting e o CUPS? Saiba o que é, e para que serve cada um!