in

Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook

“Não vai passar!” ou Outro Problema com Outlook

Várias piadas cruéis circularam sobre os vários problemas do MS Outlook, que na maioria das vezes afeta usuários corporativos, sendo o bloqueio completo das operações de email devido à falha do Microsoft Exchange Server.

TODO DIA É MELHOR DO QUE OS OUTROS 

O problema não é com o Outlook em si, mas na forma como isso interage com outros softwares da Microsoft e neste caso, Windows Domain Controller e a querida Microsoft, o software usado nas redes empresariais. Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook

Em alguns casos (e isso acontece frequentemente, especialmente quando o sysadmin é só polegar), o Domain Controller e o Microsoft Exchange ‘caem’. Eles podem cair no mesmo tempo ou um depois do outro e dependendo das combinações, os usuários podem ver erros diferentes. O resultado é sempre o mesmo – sério. Qualquer operação de trabalho numa rede corporativa vai parar (incluindo Outlook, o mais importante para processos de negócios) e isso vai acontecer não só em um computador, mas vai afetar cada máquina.

Outro desafio é recuperar o sistema e fazer ele voltar a funcionar o quanto antes (ou em qualquer intervalo de tempo razoável), o que é impossível. Reparar o Exchange Server é como tentar tricotar uma rede de pesca usando luvas de snowboard, e as capacidades do administrador de sistemas também não devem ser esquecidas.

Outro assunto – demissão do trabalho, especialmente se isso acontece de uma forma ruim. Imagine, você está trabalhando numa empresa por um tempo, você reúne contatos, sua própria base de dados e uma rede de conexões, quando de repente em um dia terrível você é desconectado do Exchange Server e da sua conta do Office 365 e você leva um chute. E você sai com nada, nem sua correspondência nem seus contatos de negócios – Outlook não está funcionando.

Acaba que os emails ainda existem, mas não é possível usá-los. 

Rápido não quer dizer excelente

Na verdade, é tudo possível. Apesar de tudo o que foi descrito acima, seu computador ainda tem um arquivo *.ost contendo todas as informações necessárias para continuar trabalhando, endereços, emails, anexos, calendários, e provavelmente a última cópia sincronizada de todo o conteúdo da sua caixa de entrada. No entanto, o problema com o Exchange Server não é algo que você deve se preocupar muito.

Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook

O arquivo *.ost não está tão escondido. O caminho mais fácil para encontrar-lo (funciona com as versões mais recentes do cliente de email) é a seguinte – abra o Outlook – Arquivo – Configurações da conta – e, na guia Configurações de dados, clique em Abrir local da pasta – ou você pode fazer isso apenas com o Windows Explorer: ?\Users\%username%\AppData\Local\Microsoft\Outlook 

Nada muito complicado, não é? Mas é aqui onde o truque mora: apenas exportar o arquivo *.ost no Outlook é impossível. “Como?”, “porque a Microsoft é tão perversa?”, os cientistas ainda estão descobrindo isso, questões pares para “Quem matou Kennedy?”, “Porque as pirâmides foram construídas?” e “existe vida em Marte?”

E nós, os azarões, temos que achar a resposta.

‘A VIDA SE TORNOU MELHOR; A VIDA SE TORNOU MAIS FELIZ’

E a solução existe. É verdade que o Outlook não permite exportar arquivos *.ost em si, mas lida muito bem com os arquivos *.pst – todos ainda estão na base de dados do Outlook. No entanto, se continuar a usar comparações técnicas ou não muito bem-sucedidas com ‘DNA diferente’, o algoritmo de reparo resultante para acessar o e-mail terá a seguinte aparência: encontre o arquivo .ost – converta-o em .pst – abra .pst no Outlook. Ainda falta um pouco, para encontrar um software adequado para converter *.ost em *.pst. 

Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook

A Microsoft em si não criou tal ferramenta, então a única opção é virar a mesa para terceiros. Por exemplo, https://osttopst.recoverytoolbox.com/pt/. Mas porque esses caras? Bem, primeiro, eles são profissionais e têm reparado dados faz anos e também ganharam a reputação de confiáveis. Você não vai acabar com vírus, spam, ou informação vazada. Segundo, e mais importante – a Recovery Toolbox for Outlook é a aplicação principal deles, é o produto mais avançado e tecnologicamente perfeito.

Esse software converte *.ost para *.pst, nos libertando da pressão do Exchange Server e Windows Domain Controller, mas também oferece outros ‘truques’ que são essenciais para resolver problemas relacionados ao Outlook. Por exemplo, o software pode ‘reparar’ arquivos *.ost/*.pst e até restaurar e-mails aparentemente irremediavelmente excluídos.

Tudo o que você precisa é instalar e rodar o Recovery Toolbox for Outlook, baixar todo o arquivo *.ost necessário, selecionar um modo de conversão, esperar pelo fim do processo e terminar com um novo arquivo *.pst, abrir no Microsoft Outlook. Um grande plus, típico para todas as soluções a partir do Recovery Toolbox, é a simplicidade de trabalhar com o software. É difícil falhar ou se confundir com essa ferramenta, mas se você tiver problemas, a equipe técnica sempre vai estar lá para ajudar.

Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook

A licença, é claro. não é gratuita, mas não é absurda. Os desenvolvedores pedem por $49. No entanto, é uma oportunidade para salvar – se o tamanho do arquivo não for muito grande, faz sentido usar o serviço online da Recovery Toolbox no https://osttopst.recoverytoolbox.com/online/pt/.

Para converter *.ost para *.pst. – vai custar $10 por GB de dados.

Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook 

Obs: se a falha do banco de dados do Exchange Server causar problemas no sistema de email corporativo, os desenvolvedores recomendam (além da conversão de *.ost em *.pst) que tente restaurar parte dos dados dos usuários a partir do arquivo *.edb, que permanece sempre no Exchange Server ‘descartado’, com a ajuda da ferramenta Recovery Toolbox for Exchange Server https://exchangeserver.recoverytoolbox.com/ . Essa abordagem garante proteção total aos dados.

Como converter OST para PST

Como reparar base de dados corrompida do Microsoft Outlook

Para converter arquivos contendo emails, contatos, reuniões, notas, e memos, você pode fazer o seguinte:

1. Baixar o Recovery Toolbox for Outlook aqui: https://osttopst.recoverytoolbox.com/pt/

2. Instalar e rodar o Recovery Toolbox for Outlook

3. Rodar Recovery Toolbox for Outlook e selecionar o arquivo OST necessário

4. Selecionar o modo Conversão

5. Escolher a pasta e salvar o arquivo PST ali

6. Abrir o arquivo PST no Microsoft Outllok

 

Escrito por Redação SempreUpdate

Os artigos vinculados à este usuário são de terceiros. A informação aqui contida não foi elaborada originalmente por nós do SempreUpdate. Mas, publicamos conforme solicitação, envio ou recomendações do próprio autor, assessoria e outros departamentos comerciais ou não comerciais.