atalhos no Eclipse

Nesta dica de hoje, iremos mostrar os principais atalhos no Eclipse para aumento de produtividade para os desenvolvedores Java.

Se não sabe, ou está enfrentando dificuldades, veja a postagem onde mostro como instalar o ambiente no Ubuntu.

Como Instalar o Eclipse no Ubuntu

Principais Atalhos no Eclipse

A tela inicial que você verá quando abrir o Eclipse será essa:

eclipse

Como iremos criar um Projeto Java, iremos pressionar o jogo de teclas Ctrl + N para criação de algo novo. A seguinte janela se abrirá:

Digite proj que logo o Eclipse filtrará as opções:

Por padrão, o Eclipse irá selecionar a versão do JRE mais atualizado para o projeto, já que nada foi inicializado ainda. Podemos confirmar a partir da tela abaixo:

Irei fazer a alteração deixando a versão 1.8 do Java:

Para efeitos didáticos, irei chamar o projeto de produtividade.

Como podemos ver no Package Explorer, o projeto foi criado normalmente.

Para criarmos um pacote qualquer para o nosso projeto, iremos fazer o mesmo jogo de teclas (hotkeys) Ctrl + N. Mas desta vez iremos digitar pack e depois digitar Enter.

Seguindo a convenção Java de nomeação de pacotes, iremos chamá-lo de br.com.sempreupdate.produtividade.

Mesmo processo iremos fazer para a classe. O mesmo hotkey será usado, mas digitaremos class.

Chamaremos a classe de Leitor.

Assim ficará nosso ambiente:

Porém, observe que o ambiente ainda está muito carregado. Vamos supor que você queira ficar ver apenas o código na tela. Você pode pressionar o jogo de teclas Ctrl + M para maximizar o item selecionado. Então teremos:

Todavia, essa fonte está muito pequena. Podemos resolver isso pressionando o jogo de teclas Ctrl + + para aumentá-la. Caso fique grande demais, pressione Ctrl + -.

Focando na Classe

Agora com classe criada iremos implementar os atributos e métodos da respectiva classe. Digite o seguinte código:

public class Leitor
{
    private String nome;
    private String estado;
    private String cidade;
}

Agora imagine digitar toda vez a palavra reservada private String para fazer a declaração dos atributos. Para isso a ferramenta nos ajuda com o recurso de digitação em bloco.

Irei apagar todas essas palavras antes dos identificadores atributos. Deixando da seguinte forma:

public class Leitor
{
    nome;
    estado;
    cidade;
}

Depois disso, coloque no início da linha do primeiro ou último atributo. Agora, você pode digitar o jogo de teclas Shift + Alt + A. Neste momento você percebe o curso irá mudar. Mantenha a tecla Shift pressionada e vá pressionando tecla para cima ou tecla para baixo. Agora você pode digitar private String o Eclipse completará o restante. Para retornar ao modo normal, refaça o jogo de teclas anterior.

Para salvar todas as alterações pressione o hotkeys Ctrl + Shift + s.

Métodos getters e setters (acessores e modificadores)

A tela será apresentada com alguns avisos para o programador. Como deixamos os atributos privados, teremos que implementar os métodos getters e setters.

Obviamente a ferramenta faz isso automaticamente para nós. Usaremos um dos atalhos mais completos do Eclipse – Ctrl + 3 – que representa o Quick Search do lado direito superior.

Digite os termos setters ou getters na busca. O IDE irá completar para você. Mas é necessário escolher os campos que irão compor o métodos.

Você pode escolher o caixa Select All para criação de todos os métodos. Depois clique em Generate.

Da mesma forma, você selecionar somente os métodos setters ou somente os getters.

 Métodos Construtores

Da mesma forma que criamos os métodos acessores e modificadores, podemos criar os métodos construtores de forma automática. Faremos o mesmo jogo de teclas Ctrl + 3. Depois digitaremos constr. O eclipse já completará para você. Escolha a opção Generate Constructor using Fields – Gerar Construtor usando campos.

Escolha quais campos seu construtor terá:

Depois de gerador o construtor você terá:

Esperamos que tenha aprendido os atalhos no Eclipse e que tenha praticado. Espere pela segunda postagem desta série.

Até a próxima.

Alexsandro Matias
Graduando em Sistemas de informação que acredita na democratização do conhecimento como forma de inclusão social.

Como corrigir carregamentos de páginas Web no Linux

Previous article

10 aliases para facilitar a sua vida

Next article

You may also like

More in Tutoriais