Conheça Picular, o Google das cores

Se você é um designer gráfico ou simplesmente um amante das cores, com certeza irá adorar o Picular . Esta nova plataforma chama-se “Google das cores“. De fato, não faltam motivos. Neste post, conheça Picular, o Google das cores. Um dos pontos positivos desta ferramenta é que ela é responsiva. Portanto, podemos usá-la sem problemas, tanto em dispositivos móveis quanto em nosso computador. Funcionou perfeitamente no Chrome 68. No entanto, a precisão foi maior ao digitar termos em inglês.

Procure por qualquer coisa

Conheça Picular, o Google das cores

Cores fornecidas ao pesquisar a página do SempreUPdate.

Ao entrar, vamos encontrar uma interface muito minimalista, com um motor de busca à esquerda e um mosaico de cores que muda constantemente à direita. Como podemos observar, em cada cor vemos o código hexadecimal.

Conheça Picular, o Google das cores

Na busca, você poderá procurar por “azul”, “magenta”, “laranja” etc.  O que é realmente interessante sobre essa plataforma é que ela é baseada no mecanismo de pesquisa do Google . Isso significa que podemos procurar cores inserindo todos os tipos de termos. Não precisa ficar limitado aos nomes das cores. Se pesquisarmos Coca-Cola, por exemplo, teremos:

Window Picular Coca Cola

Imagem Genbeta

 

Em seguida, vamos colocar alguns exemplos interessantes:

Window Y Picular Android

As possibilidades são infinitas

É ótimo poder pesquisar todos os tipos de termos e encontrar uma paleta de cores. Além de nos dar o código hexadecimal de cada tom, na parte inferior esquerda de cada bloco, encontraremos um ícone que nos revelará em qual imagem ele está baseado.

Imagem: Genbeta

Geralmente funciona perfeitamente em português, pois é baseado em pesquisas do Google. De qualquer forma, é recomendável tentar com termos em inglês, uma vez que esconde alguns Easter Eggs.

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Red Hat Enterprise Linux 7.6 ganha versão beta

Previous article

O Windows 95 esta disponível para Linux, confira essa novidade!

Next article

You may also like

More in Dicas