SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Cortar o Ubuntu Edge foi o maior erro da Canonical!

O Ubuntu Edge foi o super phone da Canonical, que nunca levantou o dinheiro que precisava para se tornar uma realidade, e a comunidade ainda está se perguntando sobre isso, dois anos mais tarde. A verdade é que não fazer o Ubuntu Edge foi provavelmente o maior erro que a empresa já cometeu.
 Canonical não é a companhia perfeita, e cometeu um monte de erros ao longo dos anos. Eles estão por ai a mais de uma década, e a maioria das pessoas sabe que eles deram algumas voltas erradas ao longo do caminho. Ainda assim, a Canonical empurrou e mudou a opinião da comunidade sobre suas práticas de negócios. Você só precisaria mencionar o Unity e a busca da Amazon para cobrir dois dos piores erros.
Eles fizeram uma mudança repentina do GNOME 2.x para a Unity, e levou anos para a comunidade abraçá-la (há ainda poucos opositores) e eles tiveram algum problema sobre as buscas on-line efetuadas através do seu ambiente de trabalho. É toda a água sob a ponte. Eles poderiam ter feito as melhores escolhas, mas a pior escolha deve ter sido não ir em frente com o Ubuntu Edge.
Cortar o Ubuntu Edge foi o maior erro da Canonical!

O que é o Ubuntu Edge?

A Canonical começou uma campanha de crowdfunding para um super telefone no Indiegogo, e eles pediram a soma recorde de 32 milhões dólares. Eles não conseguiram chegar nem a metade disso, mas ainda era um recorde. A empresa só tinha um mês para fazer isso acontecer, e eles abandonaram a ideia completamente quando isso não aconteceu. O projeto era sobre um telefone incrível, com especificações de hardware top de linha, e eles simplesmente se esqueceram dele.
A campanha começou logo após que o Ubuntu Touch foi anunciado, por isso houve muito interesse. Na verdade, o Ubuntu Edge ainda é mencionado cada vez que Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, participa de algum evento. Teria sido uma grande conquista para a Canonical e para Mark, mesmo precisando fazer alguns ajustes. Eles deveriam ter continuado a campanha em outro lugar. No fundo, eles deveriam ter feito um esforço maior.

Canonical subestima o impacto do Ubuntu Edge

Ubuntu Edge agiu como um catalisador, e todo mundo estava empolgado sobre isso, os usuários de todas as plataformas. Tinha muita promessa, mas que teria feito uma diferença muito maior em outra parte do negócio, o desenvolvimento do Ubuntu Edge.
Porque Ubuntu Edge não aconteceu, o desenvolvimento do Ubuntu Touch foi muito mais lento. A data de lançamento estimada para Ubuntu Edge teria sido maio de 2014. Isso significa que eles teriam que trabalhar muito mais em seu sistema operacional, e que teria tido Ubuntu Touch em outros sistemas muito mais rápido.
O erro da empresa foi o de não ver o valor de suas idéias e projeto antes que se tornem públicas ou mesmo imediatamente após. Se eles tivessem ido para a frente com Ubuntu Edge, apesar do fato de que ele não tinha levantado dinheiro suficiente no Indiegogo, a Canonical teria sido uma empresa muito diferente hoje.
[ads-post]
Comentários