in

Criador do Solus Linux muda o foco e investe em jogos

Ikey Doherty, entra no negócio de desenvolvimento de jogos com um novo mecanismo de jogo de código aberto

Criador do Solus Linux muda o foco e investe em jogos

Ikey Doherty, o criador e ex-desenvolvedor líder do Solus, está de volta com um novo projeto. Sua nova empresa, Lispy Snake, Ltd, usa tecnologia de código aberto para criar jogos, com foco no suporte ao Linux. Ele concedeu uma entrevista ao site It’s Foss onde fala dos desafios e empolgação do novo projeto.

Segundo ele, a decisão de focar em jogos vem desde muito tempo. Ele destaca como era difícil criar jogos para sistemas mais antigos e isso seria sua principal inspiração. Sem tanta modéstia, fala que quer fazer história neste crescente mercado.

Indagado sobre qual seria o diferencial do seu projeto, já que existem tantos outros como Lutris e Steam Play, Ikey admite que já estão disponíveis ótimas opções no mercado. Ele justifica a ‘aventura’ por simplesmente querer criar jogos indie e depois chegou à conclusão de que deveria ‘funcionar bem no Linux e ser de código aberto’.

Eu não diria que recursos matadores ainda estão presentes – apenas um conjunto de decisões sensatas. A (plataforma) Snake é escrita em D, por isso é de alto desempenho com uma barreira de entrada mais baixa do que digamos C ou C ++. Isso está me permitindo desenvolver uma estrutura que se adapte aos meus ideais de desenvolvimento e preste atenção aos requisitos da indústria, como um sistema de componentes de entidade com multithreading de alto desempenho ou o sistema de lotes de sprites, afirma ao site.

Quando você reúne todos os recursos e decisões, obtém uma base de código portátil que, graças à sua escolha de bibliotecas como SDL e bgfx, será executada em todas as principais plataformas com o mínimo de esforço de nossa parte. Isso basicamente significa que estamos recebendo OpenGL, DirectX, Vulkan e Metal “de graça”.

 

Imagem de Lipsy Snake

Por que Lispy Snake?

Ao responder à pergunta acima, Ikey cita outra plaforma, a Naughty Dog. A inspiração veio do…Python, isso mesmo, a famosa linguagem de programação que estava sendo usada em alguns dos trabalhos. Lembrando que este é o nome da empresa e Serpent o programa em si.

É praticamente um nome sem sentido, como muitos dos meus projetos anteriores (como Dave. Ou Dave2.)

Ainda segundo Ikey, a Serpent é muito mais orientada para tarefas – embora existam semelhanças no fluxo de trabalho em termos de definição de macrossistemas e intercalação de micro recursos para criar um todo coeso.

Minha formação no OS dev é obviamente uma grande ajuda aqui. Eu acho que muitos desenvolvedores independentes geralmente ficam felizes em apenas criar a partir de um kit existente e abraçá-lo ou solucionar os problemas. Existem algumas verdadeiras jóias por aí, como o Factorio, que vão além e eu tenho que tirar meu chapéu para elas.

Em termos de construção de um novo kit, pensamos adequadamente sobre a coerência do cache, o desempenho paralelo, a fragmentação da memória, a alternância de contexto e outros.

Os consumidores da Serpent (quando lançada de uma forma mais estável) saberão que a estrutura foi projetada para alavancar os recursos do Linux, e não apenas criar versões para ele.

Lipsy Snake
O motor que gira a Serpent foi migrada da linguagem C para linguagem D. Ikey explica os motivos da mudança alegando que, inicialmente, estava trabalhando em um projeto chamado lispysnake2d, para fornecer uma biblioteca de micro-jogos.
Isso simplesmente usava APIs SDL_Renderer para misturar sprites 2D e inicialmente parecia suficiente. Infelizmente, à medida que o desenvolvimento avançava, ficou claro que precisávamos de um pipeline 3D para 2D, para que pudéssemos utilizar shaders e efeitos especiais. Nesse momento, o SDL_Renderer não é mais o melhor e você precisa ir com o Vulkan ou o OpenGL.

Segundo ele, a C não atendeu as expectativas e depois de também experimentar a linguagem Go, começou a pesquisar alternativas ao C que fossem compatíveis. Inicialmente, foi aconselhado a usar o Rust  mas não se adaptou

Eu não entendo e nunca vou conseguir. A Rust é uma linguagem fantástica e, à medida que os esforços acadêmicos avançam, são muito bem-sucedidos. Infelizmente, tenho uma mente muito prática e busco conforto nas linguagens do estilo C, tendo vivido nesse mundo por muito tempo. Portanto, D era o melhor candidato para marcar todas as caixas, apesar de ter interoperabilidade em C & C ++.

 

Último jogo pacificador
O primeiro jogo do LispySnake

Como planeja distribuir os jogos?

Como demonstração, o foco inicial será no Linux, provavelmente por meio do Flatpak.

Com o passar do tempo, quando apresentarmos suporte e teste para o macOS + Windows, provavelmente procuraremos na Steam Store. Apesar da natureza do código fechado, a Valve tem sido muito mais amigável e apoia o Linux ao longo dos anos, enquanto os da Epic Games têm uma longa história de ser altamente anti-Linux. Então isso não é possível.

Neste momento, quem quiser ajudar o desenvolvimento do projeto pode comprar uma licença vitalícia – que custa US $ 20. Isso concede acesso vitalício a todos os jogos 2D e ajuda a financiar o desenvolvimento de títulos e Serpent.

Como alternativa, é possível patrocinar diretamente no GitHub para trabalhar no Serpent.

Via it’s Foss

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Debian 10 “Buster” já está disponível no AWS Marketplace

Debian 10 “Buster” já está disponível no AWS Marketplace

Blender 2.83 será uma versão LTS e Blender 3.0 sai até julho

Blender 2.83 será uma versão LTS e Blender 3.0 sai até julho