in

Desktops virtuais estão chegando ao Chrome OS

Desktops virtuais estão chegando ao Chrome OS

Um vídeo oculto no Chromium confirma o trabalho do Google para implementar desktops virtuais no Chrome OS. Um recurso extremamente interessante que aumentará a funcionalidade, organização e produtividade do sistema. Assim, o Chrome OS mostra que não tem mais nada a ver com um pensamento de desenvolvimento inicial. Ele foi criado como um sistema em nuvem para executar aplicativos da Web com base em um navegador. Portanto os desktops virtuais estão chegando ao Chrome OS.

Sistema completo

A plataforma amadureceu e cresceu. Foi melhorada a operação off-line e aumentado o nível de hardware. Além disso, foi incorporando suporte para executar aplicativos Android e Linux. Portanto, o Google parece estar caminhando para um sistema operacional de desktop mais tradicional e completo .

A última coisa que chega são os desktops virtuais no Chrome OS. Uma função que, como muitas outras, usamos no Linux por décadas. O Mac OS X em 2009 possui o conhecido como “Spaces” (Controle de Missão no novo macOS). Embora eles já sejam suportados no Windows, não chegaram até o Windows 10.

Como funciona

Desktops virtuais estão chegando ao Chrome OS
Pixelbook/Chromebook

Como o próprio nome sugere, os desktops virtuais permitem que o usuário crie vários espaços de trabalho. Diferentes aplicativos podem ser executados como se estivéssemos usando um computador completamente diferente.

A função oferece maior produtividade, especialmente quando estamos trabalhando  em um único monitor, organizando tarefas ou aplicativos (escritório, web, jogos, entretenimento…) em cada um dos desktops disponíveis. Assim, oferece mais espaço para agrupar janelas e ajudando a localizá-las mais rapidamente.

Vídeo mostra nova função

Os desktops virtuais no Chrome OS estão em desenvolvimento. Porém, já podemos ver parte de sua interface no vídeo abaixo. É possível ver um botão dedicado e a capacidade de visualizar, criar e gerenciar desktops.

O vídeo anexado ao commit não nos mostra muito. Porém, parece que teremos um top com a capacidade de criar manualmente novos desktops e, presumivelmente, mover janelas para eles. Então, será possível realizar múltiplas tarefas em uma tela pequena tão bem quanto você pode em um laptop MacBook ou Windows.

De acordo com a descrição do commit, a ferramenta conterá mais tarde capturas de tela de seus vários desktops virtuais, como os recursos semelhantes no Windows e OSX. Também terá gesto de mouse/toque para alternar entre os desktops.

Infelizmente, não há data ou lançamento de marco projetado associado ao commit. Então este recurso ainda pode estar muito distante.

Fonte

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Coinbase paga US$ 30.000 a hacker por descobrir uma vulnerabilidade crítica

Coinbase paga US$ 30.000 a hacker por descobrir uma vulnerabilidade crítica

Script para compilar e executar programas escritos em Linguagem C

Script para compilar e executar programas escritos em Linguagem C