SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

É preciso desfragmentar o Linux ?

Entenda sobre a fragmentação do Linux!

Quando falamos em fragmentação de arquivos sempre acabamos trazendo na lembrança aquele desfragmentador do Windows. Mas será que é preciso desfragmentar o Linux também? Essas são algumas perguntas que volta e meia surgem em nossos canais, e vamos responder hoje.

É preciso desfragmentar o Linux?

A resposta de cara é não! Mas antes, é preciso que você entenda como funciona esse processo de fragmentação ou desfragmentação. A fragmentação no Windows segue a seguinte lógica: Digamos que você acabou de instalar o Windows seja qual for a versão, todos os arquivos estão em seu devido lugar em seu HD.

O HD possui uma organização lógica, no entanto, quando você formata para usar com o Windows, o sistema organiza seus arquivos de forma preguiçosa. Digamos que depois que você instalou o Windows e resolveu fazer uns downloads de música, pois bem, ele vai organizar os arquivos em cada bloco do HD, e aí depois você apagou os arquivos que baixou, é aí que o sistema de arquivos do Windows farrapa, ele apaga os arquivos, mas deixa uns espaços no HD. Digamos que você apagou cerca de 50 MB, então haverá um espaço livre desorganizado de 50MB e aí você baixou um arquivo de 70MB, o sisteminha farrapeiro vai dividir esse arquivo logicamente no HD onde 50MB vai ficar no espaço que ele achou e os outros 20MB vai ser jogado para outro lugar.

Isso acontece porque o Windows não organiza os arquivos como deveria, é aí onde a carroça começa, ao tentar abrir esse arquivo de 70MB, 50MB está em algum local do seu HD e os outros 20MB em outro, e aí começa a confusão. Imagine se o player de música também estiver com sua instalação fragmentada e o arquivo a ser reproduzido também estiver fragmentado? Vai ter aquela tela azul super popular, alias, a tela azul é a única coisa no Windows que nunca falhou. E aí o desfragmentador vai reorganizar todos os arquivos no Windows, ou tentar.

Tah! Mas como é a fragmentação de arquivos no Linux?

O Linux sempre organizou seus arquivos de maneira exemplar, e não é puxação de saco, é a mais pura verdade. Desde o ext2 até o ext4 o Linux organiza seus arquivos de maneira quase perfeita em qualquer distribuição. No Linux, ao invés dos arquivos ficarem perto um  do outro, ele distribui os arquivos pelo HD deixando um espaço entre eles, e aí quando você editar e/ou atualizar o arquivo, ele já tem um espaço livre suficiente para preencher. Se por ventura o espaço locado fique totalmente preenchido, o que seria mais ou menos uma fragmentação no Linux, o sistema vai tentar realocar o arquivo para outra área do HD.

No entanto, esse processo de desfragmentação do Linux só vai iniciar quando o espaço da partição do seu HD ocupar 95%, há relatos de que a desfragmentação no Linux pode começar também quando espaço atingir 80% de uso. Mas isso não é regra, o sistema de arquivos do Linux foi projeto para não fragmentar, se você passa por este problema, a melhor coisa é aumentar a partição ou comprar um disco com espaço maior. Então, não, não é preciso desfragmentar o seu sistema Linux regularmente.

Lembre-se que se você estiver usando Linux e observar que o sistema está lento e não verificar consumo de memória ou processamento anormal, o problema pode sim estar no HD. Pode ser a hora de troca o HD. Se neste momento você estiver passando por algum problema de lentidão com o HD, sugerimos a leitura de um dos artigos abaixo.

Dicas rápidas para resolver possível lentidão no HD usando Linux

Verifique se o seu HD está lotado de arquivos desnecessários: Limpe seu HD

Verifique se há algum processo ativo escrevendo ou lendo dados em seu disco: Checar HD

Conheça bons hábitos que todo usuário Linux deveria saber: Bons hábitos

Comentários