Estudo mostra diversidade entre casais que se conheceram pela Internet

Claylson Martins
3 minutos de leitura

A família em que você nasceu, a população ou a escola em que você estudou condicionam o tipo de pessoa que você conhece. Antes da Internet, aplicativos móveis e redes sociais atingirem a maioria das pessoas, era muito difícil conhecer pessoas fora do “seu círculo”. Porém, isso tem mudado assustadoramente. Um estudo mostra diversidade entre casais que se conheceram pela Internet. E isso diz respeito a raça, religião, nível acadêmico, entre outros itens.

De qualquer forma, a Internet e as redes sociais podem acabar nos colocando em outro tipo de círculo virtual, uma vez que os algoritmos são responsáveis por nos mostrar o conteúdo que nos interessa. Isso significa que, novamente, ainda é um pouco complicado sair da nossa bolha.

Casais mais diversificados e “fortes”

Estudo mostra diversidade entre casais que conheceram pela Internet
Imagem: Toonclips

 

Curiosamente, um estudo realizado no ano passado pelo sociólogo Reuben Thomas, observou como o aumento de consultas por meio de aplicativos móveis ou pela Internet está causando o nascimento de casais mais “diversos”.

O estudo está focado nos Estados Unidos, e Thomas afirma que o namoro on-line está aumentando as taxas de casais inter-raciais e inter-religiosos naquele país.

Outro fato interessante é que, através do uso da tecnologia, os casais têm mais idade, enquanto os casais estão surgindo entre pessoas que têm diferentes níveis de educação.

Para chegar a essas conclusões, esse sociólogo usou um conjunto de dados coletados entre 2009 e 2017, que mostra como os casais americanos se conheceram e quais características sociais cada indivíduo possui.

Esses dados são apoiados por outro estudo realizado pela Universidade de Stanford, no qual analisaram mais de 3.300 casais que se conheceram na Internet. Três em cada dez casais são inter-raciais, enquanto na vida real são dois em cada dez.

Yogas Design Rpzeq7ttrr8 Unsplash

Além disso, outro estudo realizado por dois economistas da Universidade de Cornell em 2017, garante que os casais que se conheceram pela Internet são mais fortes e também aponta que há uma porcentagem maior de casamentos inter-raciais.

Como podemos ver, o aumento das plataformas de namoro on-line está impedindo que tenhamos de encontrar nosso parceiro por meio de um membro da família ou amigo. Assim, os dados indicam que, graças a essa tecnologia, mais e mais casais diversificados são consolidados.

Genbeta

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.