Fedora 29 deve trazer grande quantidade de mudanças

O Fedora 29 já está em pleno desenvolvimento, e algumas coisas estão próximas de serem decididas, uma das questões em pauta é a criptografia de todo o sistema, cuja a ideia é mesmo atualizar as políticas em torno da criptografia do sistema. No entanto, essa nova ideia em torno da alteração das políticas de criptografia desabilitaria os protocolos legados criptográficos como o TLS 1.0/1.1, bem como o Diffie-Hellman. Em resumo, a ideia é mudar tudo, e desabilitar tudo o que possa ser considerado uma criptografia fraca dentro do Fedora 29.

Há uma documentação disponível na Wiki, onde explica direitinho todos os planos e o estágio em que estão.

Criptografia no Fedora 29

A próxima proposta é em torno dos sistemas de 32 bits e 64 bits. Já fazem anos que o Fedora vem diminuindo significativamente os pacotes de 32 bits, no entanto mesmo que pareça andar para trás, a nova ideia é aproveitar os pacotes i686 no x86-64. A ideia é ajudar os usuários que precisam de bibliotecas multilib, já que boa parte dos usuários do Fedora já executam o sistema em um processador compatível com o x64-64, essas mudanças já devem ser aplicadas no lançamento do Fedora 29 que deve ocorrer ainda este ano.

Para os atuais usuários do Fedora que já rodam o sistema em um processador de 64 bits, não se preocupe, segundo o projeto estes usuários não vão sentir nenhuma diferença quando a mudança ocorrer. E como sempre, o Fedora também criou uma Wiki com todas as informações sobre a utilização de pacotes i686 para x86-64 no Fedora 29.

Fedora 29 – i686 para x86-64

Redação
Este usuário é utilizado quando um post é migrado de um usuário para outro, ou quando alguém envia um conteúdo ao SempreUPdate.

    Linux Kernel 4.18 corrige o bug do milênio em 2038

    Previous article

    The Linux Foundation se pronuncia sobre venda do GitHub

    Next article

    You may also like

    More in Notícias