SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

Fish, um shell poderoso e produtivo

Se você quiser fazer da sua linha de comando mais produtiva, mais útil e mais divertida, sem aprender um monte de opções e sintaxes de configuração, o Fish pode ser o que você estava procurando.

Fish – poderoso e produtivo

O Fish, é um shell de linha de comando totalmente equipado (como o bash ou zsh), que é inteligente e fácil de usar. Ele suporta funcionalidades poderosas como destaque de sintaxe, auto-sugestões e auto completar com o TAB, entre outras coisas, você não precisa configurar nada, já vem por padrão.

O Fish é multiplataforma, pode ser instalado em qualquer distribuição GNU/Linux pelo seu código, caso você não saiba instalar programas pelo código fonte, temos esse artigo ensinando como fazer. Em algumas distribuições como o Debian e Ubuntu, o Fish já está nos seus repositórios. Para instalá-lo utilize esse comando:

sudo apt-get install fish

Se você deseja usar o Fish como seu shell padrão, use o seguinte comando:

chsh -s /usr/bin/fish

O comando chsh muda o shell de login do usuário, e a opção -s é para informar o nome do novo shell de login do usuário. Feito isso reinicie o sistema.

Caso você queria voltar para o shell padrão, use esse comando:

chsh -s /bin/bash
Se o seu shell padrão não era o bash, é só você substituir o nome bash pelo nome do seu shell. No vídeo abaixo você pode ver algumas das funcionalidades do Fish.
Essas foram apenas algumas funcionalidades, você pode ler mais sobre na página oficial, a documentação do Fish é bem completa. Se alguém quiser conhecer melhor esse Shell ou contribuir de alguma forma, é só entrar no GitHub do Fish, pois o seu desenvolvimento está hospedado lá.
Comentários