Notícias

04/11/2021 às 08:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Gerações mais jovens têm hábitos de segurança cibernética piores

As melhores ofertas de software da Black Friday 2021: obtenha o Windows 10 Pro por 11€ e atualize para o Windows 11 Pro gratuitamente!

Conforme o tempo vai passando, as novas gerações de usuários e trabalhadores do setor de informática parecem descuidar e vão se acostumando mais com a grande variedade de ataques cibernéticos a ponto de descuidarem de princípios básicos. De acordo com um novo relatório, 59 por cento de todos os funcionários estão usando e-mail corporativo para uso pessoal, mas a Geração Z é os maiores infratores, com índice chegando 93 por cento.

O estudo da SailPoint também descobriu que a Geração Z (77 por cento) e a Geração Y (55 por cento) estão usando e-mails corporativos para seus logins de mídia social, em comparação com apenas 15 por cento da Geração X e 7 por cento dos Boomers.

Dada a frequência de hacks e vazamentos de mídia social, isso representa claramente um risco para as empresas. É que 29 por cento admitem usar seu e-mail corporativo também para compras online, introduzindo outro vetor de risco.

Ele também analisa os níveis de conscientização dos funcionários quando se trata de identificar e reconhecer um ataque de phishing e descobre que 44% notaram que o número de mensagens de phishing que receberam aumenta ano a ano.

Gerações mais jovens têm hábitos de segurança cibernética piores

Gerações mais jovens têm hábitos de segurança cibernética piores
Imagem: ComputerHoy

No entanto, embora 94% estejam confiantes ou muito confiantes em sua capacidade de detectar uma mensagem de phishing – apenas 29% sabem como reagir apropriadamente a um e-mail de phishing (encaminhá-lo para a TI). Quando pressionados sobre como responderiam a um e-mail de aparência suspeita com um link ou anexo, 46 por cento dos entrevistados da Geração Z disseram que abririam o link ou anexo, em comparação com apenas um por cento dos Boomers (29 por cento dos Millennials e 4 por cento dos A Geração X também abriria o link ou anexo).

“Durante o último ano e meio, vimos inúmeros ataques cibernéticos de alto perfil, decorrentes de atividades de e-mail, que deixaram organizações – como varejistas, casas de câmbio e organizações de saúde – de joelhos”, disse Heather Gantt-Evans, CISO da SailPoint. “Ao usar o e-mail corporativo para uso pessoal, os funcionários estão inadvertidamente expandindo o limite para que agentes mal-intencionados entrem em uma rede corporativa, completamente despercebidos. Conforme demonstrado pelos dados, a maioria não sabe o que fazer se vir atividades suspeitas, mas com educação e treinamento adequados, podemos impedir esses tipos de eventos para garantir que os negócios continuem funcionando normalmente.”

Você pode ler mais sobre as descobertas no blog SailPoint.

Via Betanews

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×