Como gerenciar prioridade de processos no GNU/Linux
Todo processo em execução no Linux possui certas prioridades de acesso de CPU, Memória e Disco. Alguns processos possuem mais prioridade de acesso a esses recursos do que outros processos. O próprio sistema gerencia essas prioridades dando maior acesso aos processos que possuem maiores demandas.
Podemos, contudo, especificar prioridades utilizando os comandos nice, renice e ionice, vejamos quando e como utilizá-los!

Comando “nice”

O comando nice nos permite especificar a prioridade de CPU e Memória com a qual um processo será iniciado. Ou seja, o processo iniciará com a prioridade que especificarmos e manterá essa prioridade até que seja finalizado.
Vejamos a sintaxe do comando.
nice prioridade comando
Exemplo:
nice -10 rm -f arquivos.txt
Desta forma, o comando “rm -f arquivo.txt” será executado com prioridade “-10”.
As prioridades possíveis vão de -20 à +20 sendo que -20 é mais prioritário do que +20.
O termo “nice” significa legal. A prioridade -20 é menos legal do que +20, pois demandará mais “atenção do sistema” e por isso é mais prioritário. Sacou? Então beleza!
 

Comando “renice”

O comando renice é similar ao nice. A diferença entre eles é que o renice é utilizado em processos que já estão em execução.
A sintaxe dele é esta:
renice -10 -p PID
Exemplo:
renice -10 -p 25876
Desta forma, o processo cujo PID é 25876 passará para prioridade “-10”. Observe que é preciso ter o número do PID para trocarmos a prioridade do processo. Caso queiramos trocar a prioridade dos processos de um determinado usuário, podemos utilizar o parâmetro “-u” e especificarmos esse usuário.
Exemplo:
renice -10 -u usuário
Com isso, todos processos desse usuário passarão para prioridade “-10”.

Comando “ionice”

O comando ionice atribui maior ou menor prioridade na leitura e escrita no disco. Ou seja, diferentemente de “nice” e “renice”, que trabalham com prioridade sobre CPU e Memória, o comando “ionice” trabalha com prioridade de leitura e escrita.
A sintaxe do comando é esta:
ionice -c prioridade -p PID
As possíveis prioridades são:
  • -c 3 = Iddle = Só executa se houver recurso livre;
  • -c 2 = Best-Enffort = Executa sem consumir muito recurso;
  • -c 1 = Real Time = Executa com prioridade.
Exemplo:
ionice -c 3 -p 25876
ionice -c 2 -p 25876
ionice -c 1 -p 25876
Conclusão
Como dito anteriormente, o Linux gerencia a prioridade de processos da forma como ele, Linux, considera ser melhor para o sistema. Acontece que, as vezes, o melhor para o sistema não é melhor para nós, então a troca da prioridade de um processo se faz necessária. Com esses 3 comandos, como vimos anteriormente, podará gerenciar prioridades como bem entender. Só tome cuidado para não gerar sobrecargas desnecessárias.
Redação
Este usuário é utilizado quando um post é migrado de um usuário para outro, ou quando alguém envia um conteúdo ao SempreUPdate.

    Android 7.0 (Nougat) já tem data de lançamento marcada, confira!

    Previous article

    Lançada nova versão do BlackArch Linux!

    Next article

    You may also like

    More in Artigos