in

Google diz que bloqueia 18 milhões de e-mails maliciosos relacionados ao coronavírus diariamente

Além disso, a empresa bloqueia 240 milhões de e-mails de spam relacionados à COVID-19 todos os dias.

Google diz que bloqueia 18 milhões de e-mails maliciosos relacionados ao coronavírus diariamente
Imagem: Google.

Os ataques de phishing relacionados ao coronavírus aumentaram 667% desde janeiro, quando hackers bombardearam pessoas com e-mails enquanto se disfarçavam como uma empresa conhecida ou uma autoridade de saúde como a Organização Mundial da Saúde (OMS). Por exemplo, o Google bloqueia 18 milhões de e-mails maliciosos relacionados ao coronavírus diariamente!

Google bloqueia 18 milhões de e-mails maliciosos relacionados ao coronavírus diariamente

O Google compartilhou informações sobre seu esforço de tentar filtrar esses e-mails no Gmail. O gigante das buscas disse na semana passada que viu mais de 18 milhões de e-mails de malware e phishing com algum tipo de assunto sobre coronavírus todos os dias. Além disso, a empresa bloqueia 240 milhões de e-mails de spam relacionados à COVID-19 todos os dias.

A empresa acrescentou que o algoritmo de machine learning do Gmail tem filtrado spam e e-mails carregados de malware com uma taxa de sucesso de 99,9%.

Além disso, o Google destacou alguns dos temas comuns nesses e-mails, como a OMS solicitando doações ou o governo oferecendo pacotes de estímulo. A empresa trabalhou com a OMS para eliminar domínios fraudulentos com a tecnologia DMARC (Domain-based Message Authentication, Reporting, and Conformance) para marcar mensagens de spam.

Google diz que bloqueia 18 milhões de e-mails maliciosos relacionados ao coronavírus diariamente
Um exemplo de ataque de phishing com o atacante se passando pela OMS. Imagem: Reprodução | The Next Web.
Google diz que bloqueia 18 milhões de e-mails maliciosos relacionados ao coronavírus diariamente
E-mail fraudulento. Imagem: Reprodução | The Next Web.

Ainda mais, o Google recomendou que você não baixe arquivos de remetentes nos quais não confia. Em vez disso, use a ferramenta de visualização de documentos do Gmail. Você deve fazer um teste de verificação de segurança do Google para alterar qualquer configuração que possa resultar em perda de dados.

Por fim, caso queira ler mais matérias sobre código aberto, Linux, Android, hardware, programação e ficar atualizado com as novidades do mundo da tecnologia, fique à vontade para acompanhar as matérias no canal do Sempre Update no Telegram.

Fonte: The Next Web.