Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

10/09/2021 às 12:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Google lança novos recursos Private Compute Core para aumentar segurança do Android

Google lança novos recursos Private Compute Core para aumentar segurança do Android

Novos recursos de segurança estão chegando ao Android. Depois de muita pesquisa em computação privada, o Google introduziu novos recursos no Private Compute Core do Android, um ambiente seguro atualmente nos estágios beta de desenvolvimento. Então, o Google lança novos recursos Private Compute Core para aumentar segurança do Android.

Na quinta-feira, Suzanne Frey, VP de Produto, Segurança e Privacidade do Android & Play disse em um post de blog que o novo pacote “fornecerá uma ponte de preservação de privacidade entre o Private Compute Core e a nuvem”.

Atualmente no Android 12 Beta, o Private Compute Core é uma plataforma de código aberto que visa isolar-se de outros aplicativos e do sistema operacional principal em um dispositivo Android para melhorar a privacidade e a segurança. 

Google lança novos recursos Private Compute Core para aumentar segurança do Android. Os novos recursos são:

Google lança novos recursos Private Compute Core para aumentar segurança do Android
  • Legenda ao vivo: legendas adicionadas à mídia usando o reconhecimento de voz no dispositivo;
  • Em execução: algoritmos de aprendizado de máquina (ML) capazes de reconhecer música tocando nas proximidades;
  • Resposta inteligente: sugere respostas relevantes com base nas mensagens e nas conversas ativas.

Embora esses recursos, em si, não sejam baseados na privacidade, o Google diz que uma nova funcionalidade será implementada com cada versão do Android – e cada um traz a área do Android em sandbox mais perto da conclusão. 

Cada recurso utiliza ML e para manter os dados coletados por eles privados e seguros – incluindo registros de voz, detecção de ruído ambiental e o contexto de conversas, caso os usuários habilitem – eles serão processados ??no Private Compute Core e não serão compartilhados com outros aplicativos, a menos que expressamente permitido pelo proprietário do aparelho. 

Frey acrescentou que o núcleo “permitirá que seu dispositivo use a nuvem (para baixar novos catálogos de músicas ou modelos de reconhecimento de voz [por exemplo]) sem comprometer sua privacidade”.

O Google pretende publicar o código-fonte de Private Compute Services para permitir que pesquisadores terceirizados tenham a oportunidade de realizar auditorias.

“Estamos entusiasmados com o potencial do aprendizado de máquina para potencializar recursos mais úteis dentro do Android, e o Private Compute Core do Android ajudará os usuários a se beneficiarem desses recursos enquanto fortalece as proteções de privacidade por meio dos novos Private Compute Services”, comentou Frey. 

Planos desde fevereiro

O Google traçou planos para melhorar a segurança do Android em fevereiro. Um foco particular para a gigante da tecnologia é lidar com problemas de memória – como corrupção e estouro de buffer – já que mais da metade das vulnerabilidades que afetam o sistema operacional estão relacionadas a essa área. Além disso, mídia, Bluetooth e NFC também estão no radar para proteção.

A empresa está incentivando os desenvolvedores a tirar proveito das linguagens de programação, incluindo Java e Rust, e o Google também está trabalhando em maneiras de melhorar a segurança dos aplicativos C e C ++.

Via ZDNet

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.