Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

07/04/2021 às 14:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Google permite uso do código Rust para o desenvolvimento do Android

Google permite uso do código Rust para o desenvolvimento do Android

Não apenas o kernel do Linux está se movendo para permitir que o código Rust seja opcionalmente usado dentro do kernel. Agora, o próprio Google está permitindo que o código Rust seja usado para o trabalho de programação em componentes do sistema operacional básico do Android também. Assim, o Google anunciou na terça-feira por meio de seu blog de segurança que agora está permitindo que o Rust seja usado para o código do sistema da plataforma Android. 

Portanto, o Rust será permitido no Android Open-Source Project para “desenvolver o próprio sistema operacional”, dada sua ênfase na segurança da memória.

Google permite uso do código Rust para o desenvolvimento do Android por conta da segurança

Google permite uso do código Rust para o desenvolvimento do Android

As garantias de segurança de memória do Rust são um grande atrativo para usá-lo na programação de sistemas de baixo nível. Foi dito que os engenheiros do Google estão trabalhando neste suporte Rust nos últimos 18 meses. Assim, eles vão falar sobre alguns dos primeiros projetos de código a adotar o Rust nos próximos meses. Entretanto, no geral, será um esforço de vários anos para abraçar totalmente Ferrugem.

Mais detalhes sobre a adoção do Rust para código de plataforma Android de baixo nível por meio do Blog de segurança do Google.

Google também apresenta novidades para Lyra Speech Codec

Em fevereiro, foi mostrado o trabalho do Google em relação ao codec de voz e áudio Lyra. Ele serve para se ajustar com áudio de taxa de bits muito baixa para compressão de voz em casos de uso como WebRTC e bate-papo por vídeo. Isso serve mesmo nas conexões de Internet mais limitadas. Graças ao aproveitamento do aprendizado de máquina, o Lyra pode funcionar a apenas 3 kbps. Então, o código para Lyra agora é público.

O Lyra, quando originalmente anunciado pelo Google em fevereiro, parecia bastante promissor. Ele permitiria, por exemplo, chats de vídeo com conexões de Internet de 56 kbps quando Lyra está emparelhado com o codec de vídeo AV1. Obter uma qualidade de voz decente a 3 kbps foi um grande feito de engenharia. Entretanto, isso foi possível por meio do trabalho de aprendizado de máquina.

Versão beta disponível

O codec de voz Lyra de alta qualidade e baixa taxa de bits é de código aberto com um commit inicial beta v0.0.1 desta semana. Trabalhar o Lyra requer o sistema de construção Bazel, bem como uma revisão particular do LLVM/Clang para compatibilidade ABI.

O código Lyra pode ser encontrado no GitHub. Ainda não se testou o real desempenho do recurso.

Phoronix

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.