in

Como instalar o PyCharm 2019.1 no Ubuntu

Instale a versão mais recente do PYCharm no Ubuntu!

pycharm ubuntu

O PyCharm 2019.1 foi lançado e você já pode instalar no Ubuntu. Como você já deve saber é possível usar o PyCharm em vários sistemas operacionais, e algumas mudanças foram destacadas no site, a nova versão possui suporte Docker Compose no Windows, SSH Agent, Azure Databases e também a Amazon Redshift.

O suporte Jupyter Notebooks foi completamente redesenhado, e agora você pode contar com uma documentação rápida melhorada para HTML e CSS. Achava lento a navegação? Agora é possível fazer isso mais rápido para locais recentes, em vez de arquivos. E por fim, o  Python 2.6 e 3.4 não são mais suportados.

E em detalhes menores, podemos citar melhorias na edição de arquivos Python, suporte SSH agora vai funcionar no Windows em especial para lidar com chaves privadas e as ferramentas de banco de dados agora conseguem ter uma conexão aos bancos de dados Amazon Redshift e Azure.

Experimente também executar SQL inline em fonte de dados múltipla, e não menos importante, aproveite uma grande melhoria no que diz respeito a JavaScript e HiDPI. Bom, se você precisa de mais detalhes com todos as informações técnicas, recomendamos que você leia a nova página que exibe todas as informações.

Anúncio Oficial – PyCharm 2019.1

Como instalar o PyCharm 2019.1 no Ubuntu

Para instalar o PyCharm no Ubuntué bem simples, para isso vamos usar o pacote Flatpak. Vale lembrar que há duas versões disponíveis no site do PyCharm uma que é uma versão profissional que é paga e outra comunitária que é gratuita.

sudo snap install pycharm-community --classic

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

como-instalar-StreamTuner-ubuntu-debian-fedora-archlinux-opensuse

Como instalar Streamtuner e ouvir rádios online no Ubuntu, Debian, Fedora, openSUSE e ArchLinux

debian-9-9-e-novo-parrot-4-6-lancados

Debian 9.9 e novo Parrot 4.6 lançados