in

Kernel GNU Linux-Libre 5.1 lançado oficialmente

Para quem busca 100% de liberdade

GNU Linux-Libre 5.7

Baseado no kernel Linux 5.1, mas sem código proprietário, acaba de ser lançado oficialmente o Kernel GNU Linux-Libre 5.1. O projeto GNU Linux-Libre anunciou o lançamento e disponibilidade do kernel GNU Linux-libre 5.1-gnu para usuários GNU/Linux que buscam 100% de liberdade para seus computadores. Assim, i Kernel GNU Linux-Libre 5.1 foi lançado oficialmente.

Com base na recém-lançada série Linux 5.1, o kernel GNU Linux-Libre 5.1 está agora disponível para usuários que queiram rodar o kernel em seus computadores pessoais, mas não querem lidar com nenhum código proprietário. Como tal, o kernel GNU Linux-Libre 5.1 limpa vários firmwares do kernel do Linux 5.1.

Além da variedade usual de atualizações de nomes de firmware, novos drivers para mt7603 e goya exigiam a desativação de solicitações blob, wilc1000 tinha alguns arquivos renomeados que exigiam o ajuste da lógica deblobbing e um driver que usamos para deblob (lantiq xrx200 firmware loader) foi removido, disse o desenvolvedor Alexandre Oliva em um anúncio na lista de discussão.

Baseado no kernel Linux 5.1

Kernel GNU Linux-Libre 5.0 lançado oficialmente para aqueles que buscam 100% de liberdade

O kernel GNU Linux-Libre 5.1 vem com todos os novos recursos interessantes do kernel Linux 5.1, apesar do desbloqueio de certos drivers. Estes incluem:

  • E/S assíncrona mais rápida e escalável;
  • suporte para usar memória persistente como RAM;
  • um novo regulador de cpuidle chamado TEO (Timer Events Oriented);
  • e a capacidade de inicializar em um device-mapper sem initramfs;
  • O kernel Linux 5.1 também melhora a funcionalidade de monitoração do sistema de arquivos;
  • adiciona suporte a patches cumulativos no recurso de correção de kernel ativo;
  • permite que os usuários configurem os níveis de compactação Zstd no sistema de arquivos Btrfs;
  • incluam mais preparativos para o ano 2038;
  • e atualizem ou adicionem inúmeros drivers de dispositivo.

Se você se preocupa com a liberdade do seu computador pessoal e não quer rodar nenhum software proprietário, recomendamos instalar o kernel GNU Linux-libre 5.1, que você pode baixar agora mesmo do site oficial ou diretamente dos repositórios de software de sua distribuição GNU/Linux favorita.

Fonte

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.