in

Lançado Kernel Linux 5.0-rc7 e Kernel 5.1 terá muitas mudanças

Ubuntu expande sua equipe de upload de kernel

Dois kernels Linux estão sendo trabalhados ao mesmo tempo. O 5.0 deve sair em breve como versão estável, enquanto o kernel 5.1 prepara várias novidades. O desenvolvedor Linus Torvalds anunciou o lançamento do kernel Linux 5.0-rc7. Lançado Kernel Linux 5.0-rc7 e Kernel 5.1 terá muitas mudanças.

Portanto, este sétimo candidato a lançamento para o kernel Linux 5.0  e já está disponível para testes. Esta semana passada foi bastante leve na correção de erros/regressões, o que é bom para este estágio de desenvolvimento. 

Linus escreveu sobre o 5.0-rc7, 

Uma semana agradável e calma, com estatísticas parecendo normais. Pouco abaixo de metade dos drivers (gpu, rede, entrada, md, bloco, som, …), sendo o restante conserto de arquitetura (arm64 , braço, x86, KVM), redes e variado (sistema de arquivos etc). Nada de particularmente estranho se destaca, e tudo é muito pequena. do jeito que eu gosto.

O lançamento oficial do kernel do Linux 5.0 acontecerá na próxima semana ou em 15 dias, dependendo de como a versão candidata se comportará. 

Veja nossa os recursos do Linux 5.0 para saber mais sobre essa primeira atualização do kernel de 2019.

As muitas mudanças alinhadas até agora para o kernel Linux 5.1

Kernel 4.19 será a próxima série LTS
Imagem: Devianart

Embora o Linux 5.0 ainda não esteja disponível, existem muitas mudanças previstas no ciclo do Linux 5.1. Um levantamento baseado na lista de e-mails e de muitas ramificações “-next” do Git, mostram as seguintes mudançasará nas próximas semanas:

  • Io_uring for fast and efficient I/O. O que deve ser bastante promissor a longo prazo;
  • Melhor desempenho de inicialização para grandes servidores NUMA;
  •  Memória virtual compartilhada para Nouveau com este driver NVIDIA de código aberto começando a explorar a infra-estrutura de Heterogeneous Memory Management (HMM) do kernel do Linux;
  • Intel finalmente ativou o suporte ao Fastboot por padrão para as gerações recentes de hardware gráfico;
  • Suporte Coffeelake GVT para virtualização de gráficos da Intel;
  • Uma adição de API do espaço do usuário ao driver Intel para trabalhar com o Icelake e o novo driver de mídia VA-API da Intel.

    A inicialização contínua do AMDGPU DC foi mesclada com várias correções e melhorias;

  • O driver Arm Komeda está sendo adicionado ao subsistema DRM;
  • Suporte a Bitmain SoC para a placa de desenvolvedor BM1880 e Sophon Edge. Este é um chip ARM de 64 bits, mais com uma plataforma tensora e também um núcleo RISC-V, embora ainda não suportado pelo código atual;
  • Qualcomm FastRPC está sendo mainlined para descarregar o trabalho do processador de aplicativos para o DSP em SoCs suportados;
  • Melhor acompanhamento do AVX-512 para permitir que o espaço do usuário trabalhe em um posicionamento de tarefa otimizado;
  • Suporte para teclado/touchpad do MacBook Pro para as mais recentes gerações de dispositivos. No entanto, isso poderá ser retirado do 5.1 já que o código ainda não foi preparado;
  • Melhor suporte Thunderbolt para hardware Apple mais antigo;
  •  Uma nova opção de teste do driver assíncrono;
  • Endereçando hardware mais peculiar em relação ao HID, principalmente vários laptops ASUS e Lenovo;
  • Suporte Intel WiFi para Cyclone Peak e outros novos chips WiFi;
  • Devolvido o relatório de desempenho e o sistema de recuperação para o subsistema de rede;
  • O driver do Google Chrome OS Wilco está agora em sua ramificação 5.1 para este novo controlador embarcado (EC) para novos Chromebooks;
  • Suporte para a solução de áudio high-end Fireface UCX;

    O novo regulador idle CPU TEO para sistemas tickless;

    Atomic vai substituir suporte para livepatching do kernel;

  • O driver de exibição XGI está sendo EOL’ed.

Em breve, deveremos ter muitas outras informações sobre o Kernel 5.1.

Fonte

Written by Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Fedora 31 planeja usar o Cgroups V2 por padrão

Fedora 31 planeja usar o Cgroups V2 por padrão

linux-esta-com-problemas-serios-para-o-futuro

Linspire e BackBox têm novas versões