LibreOffice 6.2 não terá suporte para 32 bits

A segunda grande atualização da série 6 do LibreOffice, o LibreOffice 6.2, tem a data de lançamento prevista para os primeiros dias de fevereiro. Esta deve ser a primeira versão da suíte de escritório a remover o suporte a arquiteturas de 32 bits. Portanto, o LibreOffice 6.2 não terá suporte para 32 bits.

Enquanto a The Document Foundation garante aos usuários de sua suíte que as versões de 32 bits de suas edições passadas estarão sempre disponíveis no site oficial, a empresa afirma que não haverá futuras compilações para esta arquitetura.

Ainda temos que ver se o LibreOffice 6.2 será a primeira versão deste conjunto sem compilações de 32 bits porque o TDF ainda não fez o anúncio  oficial. As compilações atuais ainda são oferecidas em 32 bits.

Além das compilações para 32 bits, a empresa também decidiu deixar para trás o backend KDE 4 e GTK+ 2 VCL, que será removido do LibreOffice 6.2.

A primeira caça aos bugs ocorreu em 22 de outubro

O LibreOffice 6.2 trará muitas mudanças e melhorias em todo o conjunto. É esperado um melhor funcionamento de exportação e importação de documentos PPTX  e PPT. Além disso, deve haver melhor renderização de animações e suporte básico para a acessibilidade do KDE Plasma 5. Do mesmo modo, as alterações incluem melhorias para Writer, Calc, Impress e Draw.

Enquanto isso, a equipe do LibreOffice realizou a primeira caça aos bugs no dia 22 de outubro. Para isto, foi usada a primeira versão alfa do LibreOffice 6.2. Se você quiser saber mais, pode verificar o wiki com todas as informações.

Ainda não há data para a segunda busca de bugs. Porém, isso deve ocorrer no próximo mês com o lançamento de uma segunda versão alfa.

Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Liberada a versão 11.0 do PostgreSQL

Previous article

Vivaldi 2.1 está disponível com novos atalhos de teclado e comandos

Next article

You may also like

More in Notícias