in

LibreOffice 7.0 RC2 lançado

A nova versão chega com 57 correções de bugs.

Antes do lançamento oficial esperado para o início de agosto, o segundo candidato a lançamento do LibreOffice 7.0 já está disponível para teste. Isso ocorre em apenas duas semanas desde o LibreOffice 7.0 RC1 Esse candidato a lançamento anterior acabou gerando muita controvérsia com as versões iniciais de código aberto por possuir um slogan bem suspeito de “Personal Edition”.

Essa personal Edition deu a entender que haverá uma versão paga, porém, esta seria voltada para empresas. Assim, haveria uma versão, possivelmente com suporte e recursos adicionais, para ser vendido a empresas, concorrendo diretamente com outras suítes de escritório como o Office da Microsoft. Isso levantou uma questão sobre se os usuários domésticos, comuns, continuariam usufruindo de todos os recursos do programa.

O RC2 mantém a marca Personal Edition, mas seguindo os comentários da comunidade, todas as indicações são de que ele será alterado para o LibreOffice 7.0 à medida que a The Document Foudation reavalie seus planos de marketing. Com o LibreOffice 7.0 RC2, são aproximadamente 57 bugs corrigidos que abrangem as diferentes áreas desse pacote de escritório de código aberto e plataforma cruzada.

LibreOffice 7.0 RC2 lançado

LibreOffice 7.0 RC2 lançado

Aqueles que desejam ajudar a testar esse pacote de escritório de software livre podem encontrar os detalhes do download do LibreOffice 7.0 RC2 no site DocumentFoundation.org.

O mais notável do LibreOffice 7.0 é mudar do Cairo para o Skia para renderização. Da mesma forma, permitir o suporte opcional à aceleração Vulkan baseado em GPU. O LibreOffice 7.0 também oferece:

  • trabalho HiDPI contínuo;
  • descontinuação do suporte à exportação do Adobe Flash;
  • diferentes aprimoramentos de filtro de importação e exportação;
  • vários aprimoramentos de desempenho e muitas outras alterações.

Mais detalhes sobre as muitas alterações do LibreOffice 7.0 via notas de versão provisória. É lá que você fica sabendo, por exemplo, que o Writer implementou uma numeração preenchida nas listas. Além disso, o recurso não está limitado a listas. Assim, por exemplo, a numeração de páginas também pode usar preenchimento (apenas ODT).