in

Linus Torvalds revela novos detalhes do seu computador AMD

O criador do Linux anunciou recentemente que havia atualizado seu PC principal para um rápido processador AMD Threadripper 3970x. Mas um computador é mais que uma CPU. Em uma conversa exclusiva, Torvalds falou sobre o que há com o seu mais recente sistema.

Linus Torvalds revela novos detalhes do seu computador AMD

Na mais recente mensagem de lançamento do novo Kernel 5.7 release candidate, Linus Torvalds fez uma revelação importante. Ele trocou o equipamento da Intel que usava há 15 anos por outro da AMD, o que causou um grande rebuliço no mundo Linux. A mensagem pode ser vista no LKML (Linux Kernel Mailing List). Portanto, Linus Torvalds revela em uma entrevista os novos detalhes do seu mais novo computador com AMD.

Ali, ele mostra que, “pela primeira vez em cerca de 15 anos, minha área de trabalho não é baseada em Intel”. No novo aparelho para desenvolvimento, ele conta que “está usando um AMD Threadripper 3970x”. No entanto, todos sabem que para prestar e ser eficiente, um computador não depende somente de um processador, por mais rápido que seja.

Então, a equipe do site ZDNet resolveu conversar diretamente com Linus para que ele explicasse melhor como é o seu mais novo brinquedinho. Primeiro, ele confirmou, ainda no domingo, que está impressionado com o desempenho:

Agora, minhas compilações de teste ‘allmodconfig’ são três vezes mais rápidas do que costumavam ser, o que não importa muito durante o período de calma, mas eu definitivamente notarei a atualização durante a próxima janela de mesclagem, disse Torvalds.

Sobre o processador AMD de Linus Torvalds

Linus Torvalds revela novos detalhes do seu computador AMD

O AMD Threadripper 3970x vem com 32 núcleos. Ele foi construído usando a arquitetura de 7 nanômetros “Zen 2” da AMD. A AMD afirma que é 90% mais rápida que a concorrência. Os testes independentes mostram que “supera o Core i9 10980XE“.

Torvalds afirma que monta o próprio PC

Normalmente, construo todas as minhas próprias máquinas. Reutilizo o gabinete ou o SSD da máquina anterior ou algo assim. Desta vez, foi uma construção totalmente nova, disse ele.

Ele afirmou ao site que fez isso por não gostar que outras pessoas construam a máquina que ele irá usar. Segundo Linus, ele tem as próprias especificações que precisam ser usadas para que funcione da forma desejada.

Antes de se debandar pra AMD, ele usava um i9-9900k. A nova máquina foi montada aos poucos, lentamente, por conta da pandemia de coronavírus. Isso dificultou as entregas dentro dos prazos normais, segundo ele.

Em seguida, Linus Torvalds revela novos detalhes do seu computador AMD:

Linus Torvalds revela novos detalhes do seu computador AMD

CPU

  • Ryzen Threadripper 3970X

Para ele, a Ryzen 3950X teria sido uma atualização incremental sobre a Intel i9-9900K. Ele informa que normalmente usa CPUs mais simples, por terem melhor custo-benefício.

Eu não me importo muito com a GPU, portanto, um equipamento integrado é bom e evita a preocupação de escolher um equipamento com ventiladores ruins e barulhentos.

Torvalds  disse ainda:

O uso de energia do Threadripper me preocupou pelo ruído. Mas eu decidi fazer uma grande atualização porque, ao contrário da tradicional plataforma Intel Xeon de alto número de núcleos, a série Threadripper da AMD ainda dá ‘bom retorno’. Então, eu arrisquei e estou muito satisfeito.

PLACA-MÃE

  • Gigabyte Aorus TRX40 Master

Aqui, a principal preocupação de Torvalds era ter uma placa com boa entrega de energia e controle do ventilador. Portanto, ele quer máquinas com baixo consumo de energia e que sejam capazes de fazer overclocking, embora não utilize este recurso específico.

Em resumo, ele quer um PC capaz de suportar trabalho pesado, sem necessidade de explorá-lo até o limite. Ele afirma ao ZDNET:

As configurações padrão do ventilador desta placa-mãe (ventilador pequeno e de alta RPM para refrigeração por VRM [Voltage Regulator Module]), e você pode ajustar as configurações da BIOS para algo muito melhor.

Como você pode ver, o ruído é um grande problema para o Torvalds. Ele se preocupa profundamente com isso:

Então, eu quero bons ventiladores e coolers, e já tive boas experiências com o Noctua antes, disse Torvalds. A ventilação extra é porque eu gosto dessa configuração push-pull, e com a Noctua de 140 mm funcionando em baixa velocidade, não estou preocupado com os níveis de ruído. Mesmo quando trabalha pesado, não encontro ruído daqueles ventiladores irritantes.

CASE

  • Be Quiet Dark Base 700

Mais uma vez ele priorizou a redução do ruído.

VENTILADOR EXTRA

  • Silent Wings 3

Por que um ventilador extra? Torvalds explicou:

O ventilador extra (o gabinete já vem com dois) é porque eu pedi o gabinete e, ao analisá-lo, percebi que a entrada frontal parece mais restrita que a saída traseira (por causa do painel frontal), e como eu esperava que outras peças fossem entregues, decidi que um ventilador extra seria melhor para o fluxo de ar e causaria pressão positiva e menos preocupação com poeira.

No final, todo o esforço para criar um PC poderoso e silencioso valeu a pena.

CARREGADOR

  • Seasonic Focus GX-850

O GX-850 não foi a primeira escolha de Torvalds, mas era o que tinha disponível em plena pandemia. Ele se preocupa profundamente com os princípios básicos da entrega de energia:

Basicamente, penso ‘qual é o melhor uso de energia da máquina?’ E depois pego uma fonte de alimentação com uma classificação 2x maior e depois procuro críticas e marcas respeitáveis.

ARMAZENAMENTO

  • 1TB Samsung EVO 970

Em relação ao armazenamento, Torvalds aposta em um SSD (Solid State Drives):

Recusei-me a tocar na mídia giratória por mais de uma década e tentei evitar problemas com cabeamento. Algumas gerações atrás, havia muitos SSDs ruins, hoje em dia é muito menos problemático, mas eu fiquei com o que funciona para mim”.

MEMÓRIA

  • 4x16GB DDR4-2666

A RAM provou ser um ponto importante para Torvalds:

Esta é realmente a pior parte da compilação para mim – é uma boa memória, mas eu realmente queria uma memória ECC [código de correção de erros}. Tive dificuldade em encontrar qualquer coisa [com preço razoável] na Amazon, então sinto que é uma coisa temporária ‘bom o suficiente por enquanto’ que funciona bem na prática”.

Além disso, ele continuou:

Na verdade, eu nem preciso de 64 GB de RAM, pois as coisas que faço não costumam consumir muita memória, mas eu queria preencher todos os quatro canais de memória, e a RAM é barata.

Ele optou ainda pela placa gráfica Sapphire RX580 comum, pois não usa jogos, nem precisa de renderização de vídeos ou áudios mais pesados.

LINUX

Depois de tudo isso, precisava rodar um sistema Linux confiável, certo? Exatamente. E ele resolveu não arriscar muito. Foi de Fedora 32.

Junte tudo, certifique-se de acertar todas as configurações dos ventiladores e (no meu caso) instale o Fedora 32 nele, e você terá uma estação de trabalho bastante agradável, disse Torvalds.

Além de ter uma workstation principal, Torvalds também possui PCs OEM de ponta para “acesso a novas tecnologias que eu não teria comprado de outra forma.

Para laptop, ele usa um Dell XPS 13. Torvalds enfatiza que não costuma citar marcas para não fazer propaganda sem motivo. Porém, ele garante ter gostado tanto do aparelho que comprou mais um para a filha poder usar na faculdade.

ZDNet

CoreOS Container Linux da Red Hat atinge fim de vida

CoreOS Container Linux da Red Hat atinge fim de vida

Como fazer backup do Thunderbird