in

Linux nunca teve uma chance melhor para bater o Windows! Agora tem!

2019 e 2020 pode ser o melhor ano em adoção ao Linux!

linux-nunca-teve-uma-chance-melhor-bater-windows
A principal característica agora é de privacidade e não de segurança. Windows 10 saiu, fez aniversário, lançou atualização, quebrou sistemas, detonou hardwares e todo mundo está falando sobre isso. E a Microsoft continua dizendo que a mais recente versão do sistema operacional é melhor do que as versões anteriores. Isso realmente já não sabemos, mas vamos deixar para quem usa dizer.
O que não é bom é o fato de que o Windows 10 coleta grande quantidade de dados sobre o seu PC e seu usuário, e a maioria dos meios de comunicação parecem pensar que está tudo bem e que é apenas uma evolução do sistema operacional.
Além disso, o sistema tem deixado muita gente na mão. A cada atualização novos problemas, usuários com o sistema em produção perdem dados, ou o sistema inteiro para de funcionar. Além disso, depois que a Microsoft passou a utilizar Inteligência Artificial para gerenciar suas atualizações, toda semana há uma recomendação de que caso tal atualização chegue, não devem atualizar.

Atualizar ou não atualizar o Windows 10

Com isso, utilizar o Windows 10 anda sendo bem arriscado. Por um lado, não atualizar deixará o sistema mais vulnerável do que já é, e se atualizar, pode ocorrer travamentos, perda de dados e até mesmo, o sistema inteiro ser danificado.
No Linux, todas atualizações só são liberadas quando tudo for testado, e funcione com o mínimo de erros. Além disso, há distribuições que são focadas em estabilidade, como o Debian, tudo é intensamente testado para que o sistema funcione livre de erros.
Existem muitos benefícios em torno do Linux, inclusive fizemos um artigo onde apontamos 25 motivos para você utilizar o Linux, mas continuemos com a abordagem sobre segurança e privacidade.

Na minha visão é apenas mais um motivo para migrar para o Linux.

Muitos jornalistas têm tratado o Windows 10 com muita suavidade. Muitos têm dito que o Windows 10 não recolhe muitos de seus dados, mas até ai tudo bem, porque se pensa nas outras empresas que estão fazendo isso também, e os dedos já apontam para o Google ou o Facebook.
Só porque os outros estão fazendo isso não quer dizer que está tudo bem. É interessante ver como em apenas alguns anos, nós deixamos de ser apreensivos sobre o compartilhamento de nossos dados pessoais online, e agora chamamos esse roubo/compartilhamento de informações de evolução do mercado, ou personalização de consumo.

Coleta de informações

Há tantas maneiras de coletar informações a partir do Windows 10, que iríamos demorar muito tempo para parar todos eles. A Microsoft recolhe uma tonelada de dados sobre você como usuário e não apenas sobre o seu computador.
Logo, coisas como a localização, preferências e até mesmo contatos estão sendo coletadas e enviadas por padrão, isso se você não desabilitá-los após o processo de instalação ou após. Mesmo com tudo desabilitado é difícil determinar se tudo está seguro, pois é, como sabemos o software não é livre e aí não temos acesso a nada.
Eu preciso deixar uma coisa bem clara. Não há nada de errado com a Microsoft realizar a coleta de todos esses dados. Afinal, eles dizem com todas as letras que fazem “mesmo”. No fim das contas é a escolha do usuário, e se eles querem ser uma parte do maior ecossistema do Windows, fornecendo seus dados à Microsoft, e se não se importarem, então não tem problema nenhum.
Veja abaixo um trecho do site da Microsoft. Não é uma interpretação é apenas uma citação. Nós não estamos julgando, mas isso é o que está lá escrito. Se você quiser saber mais basta visitar Cortana, Pesquisa, e Privacidade: FAQ.

“Quando você usa Cortana a Microsoft coleta e usa suas informações, incluindo as informações do dispositivo de localização e histórico de localização, contatos (Pessoas), a entrada de voz, histórico de pesquisas, detalhes do calendário, conteúdo e histórico de comunicação de mensagens e aplicativos, e outras informações em seu dispositivo. No Microsoft Edge, o Cortana coleta e usa seu histórico de navegação”.

Linux como um exemplo

Tenho apenas dois problemas, e nenhum deles é com o Windows 10. Um deles tem a ver com a mídia que faz toda essa coleta de dados, ainda que juridicamente vinculativo, as pessoas estão levando isso como se fosse a coisa mais natural do mundo. O Linux não está fazendo isso e ele não precisa disso.
Eu sei que para você que não usa Linux e não conhece a comunidade, vai dizer que não somos coerentes. E aí você pode dizer que o Ubuntu envia algumas consultas de pesquisa para a Amazon, mas isso é fácil de resolver, qualquer pessoa pode ajudar você e claro, você tem acesso ao código do Ubuntu para analisar e ver se eles estão sequestrando seus dados, digo mais, você pode olhar o código de qualquer distribuição.

Linux como uma alternativa

Uma das declarações que estavam circulando na rede foi de que o Linux perdeu uma boa chance de brilhar quando o Windows 8 tornou-se um fracasso. Bem, eu lhe digo que o Linux nunca teve uma chance melhor do que agora. Ele fornece a proteção da privacidade e nunca irá coletar dados sobre você ou seu PC. Sistemas Linux nunca irão precisar de seus dados para obter um melhor desempenho. O Linux já está fazendo quase tudo, e melhor do que ninguém.
Uma linha muito clara está sendo desenhado agora. Windows está optando claramente por utilizar mais componentes online em sua funcionalidade interna e o Linux está focado na privacidade. Se você pensar direito, vai ver que é hora de migrar para o Linux.
Aposto que você deve ficar chateado quando alguém da sua família olha seus contatos, lê suas mensagens, observa seu histórico de navegador e até escuta suas pesquisas por voz, se isso te incomoda tanto, porque ainda continua no Windows? Pois é! Pense bem e veja se não está na hora de mudar.
Talvez você queira alguns artigos extras:

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Site do fórum da ZoneAlarm foi invadido por hackers

Site do fórum da ZoneAlarm foi invadido

Mozilla Firefox 71 já está disponível para todas as versões suportadas do Ubuntu

Nova interface ‘about:config’ chegará ao Firefox 71