Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

12/07/2021 às 14:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Microsoft já tem a própria distribuição Linux chamada CBL-Mariner

Microsoft já tem a própria distribuição Linux chamada CBL-Mariner

A Microsoft parece mesmo ter se rendido à praticidade e eficiência do Linux. Agora, além do Azure Cloud Switch como uma plataforma Linux criada pela Microsoft, a empresa Windows também tem desenvolvido o CBL-Mariner (Common Base Linux) como sua própria distribuição Linux interna. Esta distribuição Linux da Microsoft é pública e de código aberto.

CBL-Mariner é um produto dos engenheiros Linux da Microsoft e é usado como uma distribuição interna por suas equipes de engenheiros para nuvem, edge e outras necessidades dentro da empresa. O código para o CBL-Mariner, entretanto, é público em sua organização GitHub, embora nenhum build oficial seja fornecido além de alguns RPMs pré-compilados. O CBL-Mariner é usado por empresas como o Windows Subsystem for Linux (WSL), Azure Sphere OS, SONiC e outros trabalhos baseados em Linux na gigante de Redmond.

Microsoft já tem a própria distribuição Linux chamada CBL-Mariner

Microsoft já tem a própria distribuição Linux chamada CBL-Mariner

A distribuição Linux CBL-Mariner é focada na segurança, faz uso de RPMs com DNF/Tiny DNF para gerenciamento de pacotes, vários tipos de instalação e muito mais. Enntretanto, novamente, o objetivo não é ser uma distribuição Linux de uso geral, mas uma que várias equipes de engenharia da Microsoft possam usar em seus diferentes produtos.

A atualização mais recente do CBL-Mariner 1.0 veio na semana passada com uma mudança para o lançamento pontual do kernel Linux 5.10 LTS mais recente, várias correções de segurança, rebaixamento do Kubernetes para seu repositório Extras e vários outros pacotes adicionados. Detalhes sobre a atualização mais recente da distribuição do Microsoft Linux por meio do projeto GitHub.

Mais detalhes

A primeira coisa a entender sobre o Mariner é que não é uma distribuição Linux de propósito geral como o Ubuntu ou Fedora, ela foi criada pelo Linux System Group da Microsoft, que é a mesma equipe da Microsoft que criou o kernel Linux usado para o subsistema Windows para Linux versão 2, ou WSL2. O objetivo do Mariner é ser usado como uma distribuição Linux interna para as equipes de engenharia da Microsoft para construir nossa infraestrutura de nuvem e produtos e serviços de ponta.

Claro que o Mariner é open source e tem seu próprio repo sob a organização GirHub da Microsoft. Não são fornecidas ISOs ou imagens do Mariner, no entanto, o repositório tem instruções para compilá-los no Ubuntu 18.04. Há uma série de pré-requisitos listados nesta página do GitHub que incluem aproximadamente Docker, ferramentas RPM, ferramentas de construção ISO e Golang, entre outros.

O processo de construção de um ISO é muito direto, ele se baseia em pacotes RPM pré-compilados do repositório de pacotes CBL-Mariner. Como eu queria instalar o Mariner em meu homelab vSphere 7, escolhi criar o ISO.

Mais detalhes fundamentais sobre o CBL-Mariner podem ser encontrados nesta postagem de blog de Juan Manuel Rey, da equipe do Azure da Microsoft.

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.