in

Mozilla Things: Uma alternativa para casas inteligentes!

IoT e WoT resumido em poucas linhas. Mozilla Things: Uma alternativa para casas inteligentes!

Olá, hoje falaremos sobre a Internet das coisas e o novo projeto da Mozilla: Mozilla Things. Não há novidades aqui sobre IoT, mas é importante apresentar o conceito para aqueles que ainda não são familiarizados com o assunto. Pois, a primeira pergunta que precisamos fazer para nós antes de mergulhar neste assunto é:

O que é a Internet das coisas (IoT)?

Acima, podemos ver uma breve explicação sobre o IoT. Agora que entendemos o conceito, vamos ao assunto principal. O que exatamente é o Mozilla Things? De acordo com eles:

Na Mozilla, nossa missão é “garantir que a Internet seja um recurso público global, aberto e acessível a todos.” A Internet das Coisas (IoT) é uma nova era da Internet, onde tudo ao nosso redor pode ser conectado. Isso apresenta muitas novas oportunidades e desafios.

A comunidade Mozilla IoT dedica-se a aplicar os valores da Mozilla à Internet das Coisas e a trabalhar para um IoT descentralizado com novos padrões em torno de segurança, privacidade e interoperabilidade.

Com isso dito, vamos passar para a segunda pergunta: Em que isso facilita a usabilidade da IoT hoje? O conceito de Web of Things (WoT) pode nos dar uma luz no assunto.

Leia também:  As Empresas Estão Em Uma Guerra Para Contratar Talentos IoT

O que é Web of Things(WoT)?

Vamos dar seguimento ao nosso entendimento sobre WoT com a introdução do artigo da revista IoT Technica Curiosa.

Conectando cada coisa à Internet e dando-lhes endereços IP apenas o primeiro passo para a Internet das coisas. As coisas poderiam, então, trocar facilmente dados umas com as outras, mas não necessariamente entender o que esses dados significam. Isso é o que os protocolos da Web como o HTTP trouxeram para a Internet: uma maneira universal de descrever imagens, texto e outros elementos de mídia para que as máquinas pudessem “entender” cada uma. A Web of Things – ou WoT – é simplesmente a próxima etapa desta evolução: usando e adaptando protocolos da Web para conectar qualquer coisa no mundo físico e dar-lhe presença na World Wide Web!

De acordo com a Mozilla:

A “Web of Things” (WoT) é a idéia de tirar as lições aprendidas da World Wide Web e aplicá-las à IoT. Trata-se de criar uma Internet descentralizada de Coisas, fornecendo as URLs das Things na Web para torná-las vinculáveis e detectáveis e definindo um modelo de dados padrão e APIs para torná-los interoperáveis.

Isso torna a idéia de casa inteligente muito, muito simples. Você pode ter muitos dispositivos compatíveis em sua rede ligados a uma plataforma (Mozilla Things) e fazê-los interagir um com o outro.

Mas espere um segundo, você diz que o Mozilla IoT funciona apenas com dispositivos compatíveis, certo? Como posso desenvolver um ecossistema mais complexo para minha smart-home? Simples, a Mozilla tem o Project Things, e o que é isso? Vamos ver:

Project Things é uma estrutura experimental de software e serviços da Mozilla para conectar “coisas” à web e consistirá em três componentes principais:

Things Gateway  Uma implementação de um gateway Web of Things.

Things Cloud – Uma coleção de serviços da nuvem da IoT.

Things Framework – Uma coleção de componentes de software reutilizáveis para a construção de Web Things.

Você pode ler mais em nossa postagem no blog “Building the Web of Things”.

Se quiser pular o bê a bá, segue o artigo para ajuda-lo a fazer você mesmo sua smart-home com o Mozilla Things:

How to build your own private smart home with a Raspberry Pi and Mozilla’s Things Gateway – https://goo.gl/TYYmQ2

Construa o seu próprio Gateway de WoT

  1. Raspberry Pi: Coloque suas mãos em um single board computer Raspberry Pi®. O último Raspberry Pi 3 possui suporte WiFi e Bluetooth incorporado, bem como acesso a portas GPIO para conexões de hardware diretas. Isso não é essencial, pois você pode usar placas de desenvolvimento alternativas, ou mesmo seu laptop ou computador de mesa, mas atualmente este lhe fornecerá a melhor experiência.
  2. Dongles USB: Para usar seu gateway Web of Things com outros protocolos sem fio como o ZigBee e o Z-Wave, você precisará de dongles USB. Veja o wiki para obter uma lista de dongles USB compatíveis e dispositivos domésticos inteligentes.
  3. Flash SD Card: Baixe a imagem pré-construída do SO de Raspberry Pi da Mozilla e grave-a para um cartão SD. Por favor, note que este é um software de pré-lançamento experimental e neste estágio de protótipo não está pronto para uso em produção. Pretende ser uma prévia para hackers, criadores e desenvolvedores web que desejam colocar suas mãos na Web of Things.

Conclusão

A Web of Things é um protocolo de aplicativo de alto nível projetado para maximizar a interoperabilidade no IoT, e esperamos que esta breve introdução lhe tenha dado uma amostra do seu potencial. As tecnologias da Web são amplamente populares e oferecem toda a flexibilidade e recursos necessários para a maioria das futuras aplicações IoT, incluindo descobertas, segurança e mensagens em tempo real.

Comunidade

Há muitas maneiras de contribuir com a comunidade do Mozilla IoT, incluindo:

Criar uma Web Thing – Construir seu próprio dispositivo IoT que usa a Web Thing API

Criar um adaptador – Criar um adapter add-on para conectar um protocolo ou dispositivo IoT existente ao Web Hack no Project Things.

Ajude-nos a desenvolver a  Mozilla’s Web of Things implementation

 

Escrito por Edgar

Quem sou eu? Uma pessoa em constante mudança, buscando novas maneiras de pensar e transformar a interação humana com o mundo a sua volta, em resumo, sou um UX Designer em Portugal.

Na minha vida profissional, implementei soluções criativas para algumas brandings Brasileiras, Americanas (USA) e Europeias (Continente).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redshift

Uma forma mais cômoda para usar o computador à noite com Redshift

Instalar NVidia geForce GTX 1050 Ti no Debian 9 Stretch