SempreUPdate
Notícias sobre Ubuntu, Debian, Fedora, Linux, Android, Tecnologia, LibreOffice e muito mais!

O que é o openSUSE Factory e o Tumbleweed ?

Muita gente ainda tem dúvidas sobre o que é o openSUSE Factory, inclusive acreditam ser a versão rolling release, o que não é bem assim, o modelo é parecido, mas os testes são outros assim como o foco. A versão rolling release do openSUSE é a Tumbleweed.
Para entender é simples, a versão do openSUSE Factory é destinada apenas para testar os próximos recursos ou softwares das próximas versões. Essa versão sempre estará em contante atualização, não para mesmo, como o nome já sugere é algo de “Fábrica”. Então haverão erros e problemas para serem resolvidos no futuro pelos desenvolvedores.
A versão de Factory (Fábrica) chegou até mesmo ser usada como rolling release, inclusive por mim. O estado dos pacotes do Factory são constantemente alterados, em especial quando o openSUSE vai lançar uma nova versão.
O público alvo do Factory são desenvolvedores e testadores experientes, que adoram reportar erros ao projeto e também corrigi-los. No Factory também é possível atualizar apenas um determinado pacote, validar correções de erros e muitos outros recursos que é usado por quem entender do assunto. Então, nada de usar o Factory como distribuição em produção. Isso não vai dar certo, a menos que você saiba o que esta fazendo.

E o Tumbleweed?

Agora sim, o Tumbleweed é a versão rolling release, ou seja, você não precisa reinstalar o sistema sempre que uma nova versão do sistema for lançada. A única coisa que você precisa fazer é manter o sistema atualizado. Mas não se confunda, quando falamos em reinstalar o sistema não tem nada haver com pacotes de terceiros como Mozilla Firefox, Chromium, LibreOffice e tantos outros.
Nas versões do ciclo, o que é atualizado é a base do sistema, e claro, com ele é adicionado novos recursos que vão melhorar a experiência do usuário. Temos a velha impressão que para termos o LibreOffice na versão X temos que ter um sistema mais recente, o último lançamento, e no Linux não é bem assim, mas no Windows é!
Então, creio que seja uma cultura Windows de pensar, como falei, o que é alterado é a base do sistema o core, o coração de tudo. Nesta base constam informações como:
  • Melhorias de funcionalidades;
  • Aprimoramentos;
  • Limpeza de código;
  • Kernel;
  • Otimizações de drivers
Os aplicativos de terceiros são lançados normalmente para qualquer versão, mas em alguns casos podem ser encontrados problemas com alguns pacotes, o que podem causar conflitos, mas que sempre é resolvido pelo mantenedor dele.

Vamos para um exemplo

A Eliane instalou o LibreOffice X.X e a versão que ela possui é uma Tumbleweed, mas no site da TDF mostra que é possível usar o LibreOffice nesta versão normalmente, ocorre que quando o LibreOffice foi compilado foi usado dependências que estavam disponível naquele momento na versão Y.Y. Neste caso, quando o usuário instalar o LibreOffice ele pode, não estou dizendo que vai, acontecer erros. Mas a Eliane olhou os logs de erros e viu que problema está em uma biblioteca de terceiros e que é de responsabilidade do openSUSE e não da TDF, neste caso ela reporta o erro e esse erro vai entrar para um ranking onde os desenvolvedores vão corrigi-lo o quanto antes devido ao número de pessoas afetadas.
Então, o mantenedor do pacote vai verificar se há uma versão mais recente da biblioteca e vai atualizar nos repositórios do openSUSE. Se não houver, ele mesmo reporta para o desenvolvedor da biblioteca para correção, e o desenvolvedor, por sua vez, já deve ter recebido vários report de erros de outras distribuições o que vai aumentar o ranking e assim ele vai priorizar a correção o quanto antes.
Bom, agora você já sabe um pouco sobre a diferença das versões FactoryTumbleweed, e também a importância de reportar erros, além do fluxo que é seguido para correções.

Comentários